Tudo sobre o curso de Administração: tire suas dúvidas aqui!

 

Escolher uma graduação que realmente se encaixa no seu perfil vai muito além de avaliar os interesses e as afinidades que tem. Embora tudo isso seja importante e contribua para a sua decisão, não dá para negar que é indispensável pesquisar a fundo sobre o que o espera na faculdade ao longo dos semestres, a que o profissional do ramo desejado pode se dedicar e se o mercado está ou não favorável para a carreira. Para facilitar essa pesquisa, reunimos neste post tudo sobre o curso de Administração.

Assim, você que se pergunta se deve ou não optar por essa graduação terá acesso ao máximo de informações sobre formação na área, perfil do administrador, média salarial, possibilidades de atuação e muito mais. Acompanhe cada tópico abaixo e se informe!

Entenda mais sobre o curso

Neste primeiro item, trouxemos um verdadeiro panorama de como é o curso de Administração.Vamos abordar desde o nível de procura por ele Brasil afora até as características dessa graduação, como duração, modalidades disponíveis e formato da formação. Confira!

Volume de matrículas no curso

Segundo dados das Sinopses Estatísticas da Educação Superior, que são liberados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em 2018 houve 8.450.755 matrículas no Ensino Superior em todo o Brasil.

Desse total, 654.843 (7,74%) foram apenas na graduação em Administração. Para se ter noção do quão grande é essa quantidade, o curso só perdeu em nível de procura para a Pedagogia, que teve 747.890 (cerca de 8,84%), e para o Direito, que teve 863.101 (cerca de 10,21%). Isso mostra o quanto a área desperta o interesse e a curiosidade dos vestibulandos ao redor do país.

As informações divulgadas pelo Inep não terminam por aí. Como apontou o instituto, dos 654.843 novos estudantes de Administração, 571.420 (87,26%) ingressaram em uma instituição de ensino particular. Um fato que mostra como a educação privada tem papel fundamental na formação de, arredondando, 9 em cada 10 novos administradores que entram no mercado de trabalho brasileiro.

Tipo de formação

O curso de Administração é oferecido sempre como bacharelado. O que isso significa? Esse tipo de formação, além de ser o mais frequente no Ensino Superior — cerca de 59,89% dos cursos são nesse formato, segundo os dados do Inep dos quais falamos, é o que fornece aos estudantes uma visão ampla do mercado de trabalho.

Isso ocorre porque essa graduação é generalista, reunindo conteúdos teóricos e atividades práticas que abordam as diferentes vertentes de atuação que você pode seguir ao terminar a faculdade. De quebra, ela ainda fornece o embasamento necessário para aqueles que, eventualmente, descobrem um interesse pela docência no ambiente universitário ou mesmo pela pesquisa científica.

Duração da graduação

Por se tratar de um bacharelado, o curso de Administração tem duração de quatro anos, mas isso não quer dizer que você tem apenas esse prazo de oito semestres para se formar. Longe disso!

É comum que alguns universitários realizem trancamentos ou façam intercâmbios de um ou mais semestres, por exemplo. As instituições de ensino levam em conta essas possibilidades e costumam dar um prazo extra para que você possa concluir a sua graduação sem contratempos.

Modalidades oferecidas

O curso de Administração pode ser encontrado tanto na modalidade presencial quanto na modalidade a distância. No primeiro tipo, as aulas seguem o padrão clássico ao qual você já está acostumado: elas são ministradas pelo professor em sala de aula e têm uma frequência regular para acompanhar as suas faltas e presenças.

Isso significa que é preciso ir à instituição diariamente e assistir às aulas no horário programado. Lembrando que, nesse caso, há instituições que oferecem a graduação no turno matutino, outras no turno noturno e algumas disponibilizam em ambos os períodos.

modalidade EAD/Semipresencial é o oposto da primeira. Nela, os alunos assistem a videoaulas por meio do computador (ou outro equipamento compatível, como celular e tablet). Aqui, não há horário ou dia pré-agendado para fazer isso. Ao contrário, você assume o controle da sua rotina de estudos e define que momento é melhor para se dedicar ao curso.

Lembrando, é claro, que você conta com o suporte de um tutor e pode, sempre que desejar, se dirigir ao polo de educação para utilizar biblioteca e laboratório.

Quais são as matérias ministradas na faculdade

Ao contrário do que muita gente imagina, a matriz curricular do curso de Administração não se resume a matemática. Na verdade, ela é bastante diversa e multidisciplinar, pois deve prepará-lo para lidar com as mais diferentes esferas que estão sob a gestão de uma empresa, desde as linhas de produção até os aspectos legais do negócio.

É por isso que você vê Legislação Trabalhista, Comportamento Organizacional e Gestão Estratégica de Pessoas. Assim, se aprofunda a respeito dos aspectos trabalhistas do mercado, das melhores práticas envolvendo clima organizacional e das medidas que tratam de recrutamento, admissão e desligamento de funcionários.

Outro bom exemplo são as matérias de Fundamentos de Marketing, Gestão Estratégica de Marketing e Comércio Exterior. Isso porque elas exploram as estratégias de comunicação com o público-alvo das companhias.Dessa forma, buscam aumentar as vendas, expandir a participação de mercado (inclusive internacionalmente), definir os custos com publicidade, estudar o lançamento de produtos e serviços em diferentes praças de consumo etc.

Há também as disciplinas de Sustentabilidade e Responsabilidade Social, Gestão Ambiental, Direito Empresarial e Segurança, Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho. Todas elas abordam as ações que a organização deve desenvolver em relação à segurança do trabalho, às políticas internas para colaboradores e consumidores e ao uso de recursos naturais/desperdício de insumos — que ocorrem não só em fábricas e indústrias, mas também em escritórios nos centros urbanos.

A sociedade está cada vez mais consciente sobre os impactos ambientais, a poluição, os direitos trabalhistas e os investimentos privados realizados no entorno dos complexos comerciais que podem impactar positiva ou negativamente a população. Logo, as empresas buscam atender a essas expectativas/cobranças para zelar pela boa imagem do negócio e se consolidar no mercado.

Qual o perfil de um administrador

Muitas pessoas que se formam em Administração tendem a compartilhar um perfil similar com características fortes e que são bastante úteis para elas no mercado de trabalho. Elas têm, por exemplo, um excelente raciocínio abstrato para lidar com contas e questões matemáticas, são interessadas em empreender e buscar soluções inovadoras de negócio, dominam plataformas e softwares de gestão administrativa e têm facilidade para utilizar planilhas no dia a dia.

Também são pessoas disciplinadas, criativas, resilientes, comprometidas e que entendem o valor da cooperação mútua para o clima organizacional da companhia. Isso sem falar que não se atêm a saber apenas sobre a área de formação, buscando informações sobre economia, política, direito, tecnologia e outros segmentos importantes para o local onde atuam.

Outro aspecto relevante do perfil de um administrador é que ele reconhece a necessidade de estudar e de se aperfeiçoar constantemente, pois estar no controle de uma organização requer não só qualificação, mas também estar atualizado e antenado às novidades do mercado, para prosperar e se consolidar. Além disso, é flexível, organizado e multitarefa, sabendo trabalhar bem em diferentes ambientes, com prazos muitas vezes apertados e sob pressão para alcançar resultados.

Como saber se Administração é o seu curso

“Até aqui, eu já sei tudo sobre o curso de Administração, mas como ter certeza de que essa é a escolha certa para mim?”. Se você está se perguntando isso, seguem duas dicas importantes. A primeira é bater um papo com quem faz essa graduação, dando preferência àqueles universitários que já estão nos últimos semestres.

Isso porque a conversa com eles lhe permitirá entender como é a rotina de aulas dessa faculdade, quais matérias são mais simples e quais são mais complexas, quais as maiores dificuldades que os alunos enfrentam, como é a experiência de procurar um estágio, como é elaborar um TCC, como é o planejamento financeiro para pagar as mensalidades do curso e muito mais.

A segunda dica, por sua vez, é entrar em contato com quem já é formado e atua na área, afinal, esses profissionais têm uma visão mais completa de como está o mercado de trabalho da Administração e podem falar sobre quais são os desafios mais recorrentes no início da carreira, sugerir o que é preciso para dar mais valor ao seu currículo, comentar sobre áreas de atuação que lhe interessam, indicar empresas boas para administradores trabalharem etc.

Quais são as áreas de atuação

Ao concluir a sua graduação em Administração, você encontrará um mercado amplo e diversificado, no qual poderá atuar e construir uma carreira. O motivo disso é bem simples: todo e qualquer negócio necessita de gestão administrativa para funcionar adequadamente, estabelecer políticas internas, ter lucratividade e capital de giro disponível.

Isso sem mencionar, é claro, que profissionais do meio são indispensáveis para gerenciar marcas nas mídias tradicional e virtual, organizar e planejar a oferta de serviços, montar linhas de produção e distribuição e atender aos requisitos legais que envolvem direitos e deveres trabalhistas, sanitários e/ou de licenciamento para obras.

Abaixo, reunimos alguns exemplos de atividades que você será capaz de desempenhar. Veja quais são elas:

Logística

A primeira delas é a atividade de logística, crucial para as empresas que comercializam produtos. Isso porque é essencial manter um estoque ativo para atender às demandas semanais e não deixar os clientes sem a mercadoria que desejam. Para completar, aquelas organizações que têm e-commerce e oferecem serviço de entrega em domicílio precisam planejar rotas de distribuição, parcerias com transportadoras, áreas de cobertura e muito mais.

Administração financeira

A Administração financeira, por outro lado, diz respeito ao fluxo de caixa de uma empresa. Ao atuar com ela, fica sob a sua responsabilidade acompanhar os centros de custo, monitorar contas bancárias, gerenciar recibos e comprovantes de transações financeiras, fiscalizar pedidos de compras, despachar pagamentos pendentes para fornecedores, controlar a média mensal de despesas, produzir orçamentos e projeções de lucros semestrais etc.

Controle de produção

Segmento responsável por inspecionar as linhas de produção em fábricas — consideradas no meio industrial como o coração desses ambientes. Na prática, garante que os recursos sejam otimizados e o tempo de serviço seja reduzido e que ocorra o mínimo de desperdício de matéria-prima, controlando os casos de avarias em produtos confeccionados.

Pesquisa de mercado

Outra atividade que pode ser desenvolvida pelo administrador é a pesquisa de mercado. Ela consiste em estudar aspectos demográficos, econômicos, sociais e culturais de uma região para assegurar se aquela praça é ou não adequada para o lançamento de um determinado produto/serviço.

Em alguns casos, é feito o caminho reverso, ou seja, é feita uma sondagem em cidades, estados ou até mesmo países para identificar o perfil dos consumidores locais e traçar um panorama sobre quais são os produtos/serviços que eles mais desejam ou sentem falta na região em que moram.

Quais competências o profissional deve ter

Há algumas competências que são indispensáveis para você ser um bom profissional de Administração. Uma delas é a capacidade de trabalhar em equipe, uma vez que o profissional muitas vezes está inserido em um setor administrativo que reúne colaboradores responsáveis pelas áreas financeira, contábil e de recursos humanos da empresa.

Logo, é preciso saber se comunicar de maneira simples e direta com indivíduos de diferentes posições na organização e, em especial, desenvolver a capacidade de ter um bom relacionamento interpessoal com os colegas para conseguir integrar todo o departamento, obter informações sobre o negócio, promover reuniões, elaborar projetos que envolvam todas essas pessoas etc.

Outra competência indispensável é a liderança carismática. Isso porque o administrador é quem está diretamente ligado ao supervisionamento e ao controle das atividades desempenhadas em todos os setores da empresa, assim como estabelece as metas que eles devem bater, os processos seletivos que abrem, as despesas que cada um pode gerar e por aí vai.

Para ser um bom administrador é preciso, portanto, não só saber gerir pessoas e processos, mas, também, ser capaz de liderar quem está sob sua alçada. Um líder inspira confiança, passa segurança e é agente de mudanças.

Como é a carreira de um administrador

Mostramos algumas das principais áreas de atuação do administrador e não podemos deixar de falar que a carreira desse profissional pode seguir diferentes caminhos, indo desde a atuação assalariada até o trabalho freelancer. Abaixo, explicamos melhor cada uma delas. Tome nota!

Atuação assalariada

A opção de carreira mais comum entre os administradores é o trabalho assalariado, que é quando você é contratado por uma empresa privada e se torna funcionário dela. 

Nesse caso, você pode atuar dentro de departamentos específicos da Administração da companhia ou integrar setores estratégicos de gestão que envolvam, por exemplo, expansão do negócio, viabilidade de projetos, integração de marcas, abertura de canal de vendas online e muito mais.

Atuação concursada

A atuação concursada diz respeito aos administradores que, ao se formarem, realizam concursos públicos para integrar o quadro de funcionários de órgãos públicos e trabalhar com gestão e auditoria de finanças públicas, administração patrimonial, gestão e contabilidade orçamentária etc.

Há uma grande oferta de concursos para a área, já que as autarquias, os ministérios, as prefeituras e afins precisam de profissionais desse segmento.

Empreendedorismo

Além de trabalhar para uma organização privada ou um órgão público, você é capaz de abrir o seu negócio. Tanto é que o caminho do empreendedorismo é trilhado por muitos administradores, visto que ninguém melhor do que eles — que têm, graças à formação, a expertise e o embasamento teórico necessários — para montar uma empresa, controlar as finanças dela, gerenciar colaboradores, fechar contratos com fornecedores etc.

Inclusive, com o avanço tecnológico e o acesso à internet no país, muitos deles apostam no e-commerce para atrair mais consumidores para o estabelecimento físico que têm, explorar nichos de mercado e diversificar as fontes de renda.

Consultoria freelancer

Por último, mas não menos importante, você também pode fazer como muitos profissionais do meio e trabalhar de maneira freelancer, prestando consultoria em determinada área (como Administração e logística, controladoria, gestão de projetos, gestão de recursos humanos etc.) para pessoas jurídicas ou pessoas físicas.

É importante ressaltar, entretanto, que esse tipo de atuação requer proatividade, um bom marketing pessoal, formação continuada (especialização ou MBA) e experiência de mercado para que você conquiste, negocie e mantenha sua própria cartela de clientes.

Como está o mercado de trabalho

Agora que você já sabe tudo sobre o curso de Administração e, inclusive, a respeito das áreas de atuação que pode exercer após se formar, as competências indispensáveis para um bom profissional e que tipo de carreira pode seguir, vamos falar sobre o mercado de trabalho.

Isso porque, cá entre nós: é inevitável não pensar a respeito das oportunidades de trabalho, nível de emprego/desemprego e retorno financeiro, não é mesmo? Esteja atento! Neste tópico, você vai saber como se encontra essa área em cada um desses requisitos. 

Retorno financeiro

A média salarial de um administrador não desaponta quem opta por ela. Como mostrado em sondagem do portal Salário com mais de 50 mil cargos em todos os estados do Brasil, esse profissional recebe R$ 4.624,05 para atuar 42 horas semanais.

Para quem não abre mão dos estudos e investe na formação, realizando um MBA e pós-graduação, os ganhos aumentam consideravelmente. Isso porque os cargos ocupados são, geralmente, de especialistas, gerentes, coordenadores ou diretores em organizações públicas e privadas do país — o que impacta diretamente no salário.

Prova disso é que a mesma pesquisa ressalta que profissionais pleno e sênior que atuam em médias e grandes empresas podem chegar a ganhar, respectivamente, uma média de R$ 6.402,88 e R$8.061,69.

Empregabilidade

Em relação ao nível de empregabilidade para quem se forma na área da Administração, os dados são ainda mais positivos. Isso porque, conforme aponta o levantamento nacional do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 86,55% dos administradores do Brasil estão empregados, concursados e/ou ativos no mercado de trabalho (como empreendedor/consultor freelancer).

Oportunidades de trabalho

Além do que já foi dito, vale ressaltar que o mesmo relatório do Ipea destaca que a Administração está entre as 22 profissões que mais criaram postos de trabalho no país, ocupando o sexto lugar. Ou seja, essa é uma carreira bastante promissora e que conta com oportunidades reais para você crescer, desempenhar diferentes atividades, prestar serviços para múltiplas companhias e, o principal, prosperar no meio.

O que levar em consideração ao escolher onde estudar

Para concluir este post, trouxemos alguns pontos que você deve checar para assegurar-se, de antemão, de que optou pela faculdade certa. Dentre eles, destacamos o corpo docente, a estrutura administrativa e física dos campi, os programas de capacitação, extensão e iniciação científica, a realização e/ou a participação em eventos universitários, a oferta de cursos de graduação e pós-graduação e os incentivos à formação internacional.

Isso porque você deve estudar em uma instituição de ensino que investe nos alunos e está constantemente preocupada em fornecer um espaço de ensino e pesquisa que é referência em qualificação profissional. Dessa forma, você garante que terá as melhores oportunidades acadêmicas durante a sua formação, podendo, assim, se desenvolver e se aperfeiçoar como um futuro administrador. 

Depois de ler o nosso post, deu para se inteirar a respeito do que é ser, na prática, um administrador e ficar por dentro de tudo sobre o curso de Administração? Agora é o momento de absorver todas essas informações, refletir se essa é a graduação certa para você e seguir as nossas dicas para escolher uma instituição de ensino que proporcione as melhores formação acadêmica e qualificação profissional para a sua carreira.

Gostou de saber mais sobre a graduação em Administração? Então aproveite para conferir o nosso site e conhecer as nossas outras opções de curso disponíveis!