Sabe quais são os tipos de pós-graduação? Veja qual pode ser o ideal para você!

Trilhar uma trajetória profissional de sucesso não é uma questão de sorte. É preciso se dedicar, adquirir experiência, aprimorar habilidades e, acima de tudo, manter-se em aprendizado constante. Continuar os estudos após a graduação é o caminho certo para chegar mais longe na carreira. Você conhece os diferentes tipos de pós-graduação que existem? Sabe qual deles é o ideal para o seu perfil?

Neste post, vamos esclarecer essa dúvida, que não é somente sua. Boa parte dos estudantes já pensa em um plano de carreira, mas muitos ainda não entendem com clareza quais são as diferenças entre stricto sensu e lato sensu. Fique atento a essa leitura e veja qual das opções de pós-graduação se encaixa melhor aos seus projetos de desenvolvimento profissional!

Por que é tão importante ir além da graduação?

Conquistar um bom lugar no mercado de trabalho é um desafio crescente. Isso porque os profissionais apresentam cada vez mais formação e qualificação, o que faz com que os recrutadores sejam altamente criteriosos durante os processos de seleção de pessoal. E o que isso quer dizer?

A resposta é simples: os candidatos mais capacitados e atualizados passam na frente, enquanto aqueles que estagnaram sua formação após a faculdade correm o risco de perder as boas oportunidades.

Portanto, a educação continuada está aliada à experiência profissional e às competências técnicas e comportamentais para compor um perfil valorizado pelo mercado. Aquele que se dispõe a fazer cursos de pós-graduação demonstra compromisso com a sua carreira, determinação e vontade de crescer — e essas são características valiosas para evoluir profissionalmente.

Além de agregar valor ao currículo e colocar o candidato em destaque no mercado, um curso de pós-graduação traz muitas outras vantagens para o profissional, tais como:

  • extensão de conhecimento;

  • direcionamento para uma área específica de atuação;

  • atualização técnica, de acordo com as inovações da profissão;

  • desenvolvimento de novas habilidades;

  • enriquecimento de networking;

  • possibilidade de mudar de carreira.

Quais são os principais tipos de pós-graduação?

Antes de planejar a sua carreira, é importante conhecer os caminhos que você pode seguir. Já ficou claro que o primeiro degrau dessa escalada profissional é a graduação, certo? E, depois, o que vem pela frente: especialização, MBA, mestrado ou doutorado? Por onde seguir, afinal?

Se essas dúvidas passam pela sua cabeça, pare de se preocupar. Entenda agora qual é o direcionamento de cada tipo de pós-graduação e avalie qual deles está mais alinhado aos seus objetivos.

Lato sensu

Essa modalidade inclui as especializações e os cursos MBA. Em ambos, o aluno conquista o grau de pós-graduado e obtém o título de especialista. Agora, se você quer saber o que diferencia os dois tipos de pós que acabamos de mencionar, fique atento porque vamos esclarecer esse ponto também.

Na verdade, o MBA é uma especialização, porém seu público-alvo é composto, principalmente, por profissionais de áreas administrativas e gerenciais. Gestores de diferentes setores buscam nesses cursos uma qualificação elevada, para garantir ainda mais espaço no cenário corporativo.

Os cursos lato sensu capacitam o profissional para as práticas atuais do mercado de trabalho. Se você concluir a graduação em Engenharia Mecânica, por exemplo, pode optar por uma especialização em Engenharia de Projetos Industriais e aperfeiçoar o conhecimento nessa área específica.

Esse tipo de pós-graduação é a melhor opção para quem precisa conciliar estudos e trabalho, já que as aulas acontecem em horários bem flexíveis, com encontros semanais, quinzenais ou mensais. Outro ponto favorável é a duração total do curso, que geralmente é de dezoito meses. Essa celeridade permite que o profissional continue sempre em busca de novas especializações.

Stricto sensu

Os cursos stricto sensu são direcionados à preparação para docência e para atuar no campo de pesquisas científicas. Aqui estão os famosos cursos de mestrado e doutorado. Já pensou em chegar ao nível de mestre ou doutor? Sem dúvidas, concluir uma pós como essa é uma imensa conquista, devido ao caminho árduo que é percorrido desde o ingresso até a conclusão.

As pós-graduações do tipo stricto sensu demandam muito mais comprometimento de tempo. O conteúdo é bastante aprofundado e visita toda a gama teórica de um determinado assunto, para que o estudante adquira pleno domínio sobre aquela área de conhecimento. São cursos com até 4 anos de duração e alguns oferecem bolsas para que o profissional consiga dedicar seu tempo exclusivamente aos estudos.

Mestrado acadêmico, mestrado profissional, doutorado e pós-doc são os tipos de pós-graduação pertencentes à modalidade stricto sensu. Para conseguir ingressar em algum desses cursos é preciso apresentar currículo e pré-projeto de pesquisa, realizar exame escrito e de língua estrangeira e passar por entrevista na instituição de ensino. Somente após ser aprovado em todas essas etapas é que o estudante garante a sua vaga.

Os trabalhos de conclusão também são extensos e requerem muito empenho do aluno. São longas teses e dissertações, escritas e apresentadas tanto na língua materna quanto em línguas estrangeiras, e que devem trazer conteúdo inédito e relevante para o meio acadêmico e para a sociedade.

Qual é o caminho certo para prosseguir com os estudos?

Lato sensu ou stricto sensu: que tipo de pós-graduação pode garantir mais sucesso profissional? Não existe uma resposta única e invariável para essa questão. As duas alternativas promovem crescimento intelectual e profissional. A escolha depende do seu perfil e do seu plano de carreira.

Se você pensa em se tornar especialista em um determinado ramo do mercado e renovar sua capacidade técnica continuamente, até em diferentes áreas, a pós-graduação lato sensu é ideal para os seus projetos. Já os cursos stricto sensu são a escolha certa, caso você queira se tornar um pesquisador ou professor universitário — e as dificuldades do percurso não devem representar um obstáculo intransponível.

Independentemente do tipo de pós-graduação escolhida, a qualidade de ensino da instituição é um fator de peso para a formação do aluno. Questões como grade curricular, corpo docente, reconhecimento e credibilidade do centro educacional são pontos que devem ser bem avaliados pelo pós-graduando.

Agora que você já sabe quais são os diferentes tipos de pós-graduação, defina os seus objetivos de carreira e se mobilize em direção a eles. Seja qual for o caminho que você decida seguir, comprometimento e dedicação sempre serão elementos necessários para chegar ao propósito final.

Ficou motivado a continuar os estudos e ampliar seu conhecimento? Aproveite que está aqui e conheça os cursos de pós-graduação da UCL. Certamente, algum deles é ideal para sua carreira!