Qual a melhor hora para começar a empreender?

Uma das maiores vantagens proporcionadas pelo ambiente acadêmico é a possibilidade de começar a empreender enquanto você ainda está na faculdade. Por incrível que pareça, esse é um dos melhores momentos para dar início ao seu próprio negócio e se destacar no mercado.

O empreendedorismo é uma das principais atividades responsáveis pelo movimento da economia. Se você tem uma boa ideia e quer colocá-la em prática, não perca mais tempo! Veja a seguir como o ambiente acadêmico pode ajudar a transformar uma pequena ideia em um grande negócio!

Ambiente propício ao empreendedorismo

Durante o ensino superior, o aluno terá à sua disposição uma infinidade de recursos que podem ajudá-lo a colocar suas ideias em prática. Por isso, é importante saber como usar tudo isso ao seu favor.

Com a ajuda de professores experientes, você pode, por exemplo, usar os laboratórios de pesquisa para fazer alguns testes e experiências com produtos ou tecnologias que você pensa em desenvolver. É possível também usar os laboratórios de informática para aprofundar seu conhecimento sobre códigos de programação e dar início a um projeto.

A biblioteca da instituição está à sua disposição para fazer pesquisas e incrementar os estudos. Um aluno com espírito empreendedor deve estar sempre com um livro em mãos, com o objetivo de ampliar cada vez mais os seus conhecimentos.

Além disso, diversas faculdades também contam com incubadoras universitárias, que oferecerem equipamentos, salas e apoio para incentivar os alunos a iniciarem seus projetos de empreendedorismo. Use e abuse desse ambiente para colocar suas ideias em prática. A infraestrutura das universidades oferece uma oportunidade única aos estudantes que não pode ser desperdiçada!

Contato com colegas e professores

Além da sua infraestrutura, a faculdade também permite que os estudantes comecem a formar seu networking desde cedo, o que pode gerar parcerias e contatos valiosos para o futuro.

A rede de contatos é essencial para quem deseja começar a empreender, pois dificilmente um grande negócio consegue ser sustentado por apenas uma pessoa. Por isso, não hesite em socializar com aqueles colegas que demonstrem ter os mesmos interesses que você. Existem grandes chances de vocês começarem um projeto juntos.

Aproveite também a oportunidade de interagir com os professores que, muitas vezes, são profissionais renomados no mercado. As dicas e sugestões que esses acadêmicos têm a oferecer podem fazer toda a diferença na estruturação do seu futuro empreendimento.

Participar de projetos de pesquisa, monitorias e iniciação científica é uma ótima forma de estreitar laços com os professores, pois faz com que eles enxerguem você como um estudante engajado e disciplinado. Portanto, aproveite essas oportunidades para se aproximar dos docentes e conseguir o máximo de apoio possível.

Conciliação entre teoria e prática

O conhecimento transmitido pelos professores na sala de aula é de extrema importância para aqueles que querem começar a empreender. Afinal, não há ninguém melhor para ensinar como funciona o mercado do que um profissional experiente e especializado. Então aproveite tudo que as disciplinas do curso têm a oferecer.

Como o conteúdo das aulas é muito teórico, você também precisa aliá-los à prática para ganhar experiência. Por isso, é importante fazer estágios ou oficinas durante a faculdade. São nessas atividades que você vai aplicar todo o conhecimento adquirido e verificar como eles funcionam no “mundo real”.

Nunca se esqueça de que a faculdade é um local de aprendizado. Portanto, erros e dúvidas são normais. Não hesite em buscar a ajuda de professores ou coordenadores caso você se sinta inseguro na hora de dar início a um projeto, pois eles estão ali justamente para ajudá-lo e guiá-lo em direção ao sucesso.

Dicas para começar a empreender na faculdade

Se você ainda tem dúvidas de que o curso superior é o melhor momento para dar início a um empreendimento, saiba que grandes negócios dos dias atuais surgiram como pequenos projetos na faculdade. Alguns exemplos disso são:

  • Facebook: foi criado por Mark Zuckerberg enquanto estudava na Universidade de Harvard. De início, era apenas uma brincadeira entre amigos, mas acabou se tornando um negócio bilionário.

  • Google: desenvolvido por Larry Page e Sergey Brin enquanto estudavam na Universidade de Stanford, o que era um simples sistema de buscas na internet acabou se tornando uma empresa multibilionária, expandindo-se para diversos setores.

  • Dell: uma das maiores empresas de hardware para computadores surgiu quando Michael Dell, seu fundador, começou a montar os equipamentos em seu dormitório na Universidade do Texas para vendê-los.

Diante desses e de muitos outros exemplos, dá para perceber como a faculdade pode prover os incentivos e conhecimentos necessários para colocar grandes ideias em prática. Veja a seguir algumas dicas para aproveitar ao máximo esse momento da vida:

1. Saiba conciliar os estudos com o trabalho

Por mais que seja interessante dar vida a um projeto de negócio durante a faculdade, você não deve deixar os estudos de lado. Caso contrário, acabará sendo reprovado nas disciplinas, perdendo tempo e dinheiro.

Saber conciliar os estudos com seus projetos pessoais é essencial para não ficar estressado durante a faculdade e não perder o foco em nenhuma das duas atividades.

2. Monte uma empresa júnior

Empresas juniores são iniciativas fundadas e gerenciadas por estudantes de um determinado curso enquanto ainda estão na faculdade. Seu objetivo é prestar serviços à comunidade ou corporações específicas a um preço muito atrativo, afinal, ela é composta por colaboradores que ainda estão aprendendo.

Para poder funcionar, uma empresa júnior deve ter a supervisão de um professor que deverá orientar os estudantes para que entendam como funciona um negócio na prática. Por isso, é uma excelente oportunidade para dar início a um projeto e ampliar seus conhecimentos práticos.

3. Seja proativo

Na faculdade, os professores não vão ficar no seu pé, exigindo disciplina, estudo e resultados. Portanto, para se destacar, é preciso que você tenha a iniciativa de correr atrás de oportunidades. Lembre-se de que você é o principal responsável por sua formação profissional.

Dessa forma, socialize com professores e colegas, procure oportunidades de estágio, faça projetos de pesquisa, participe de palestras e seminários, enfim, movimente-se para conseguir aquilo que deseja. Grandes empreendedores nunca ficam parados esperando que oportunidades caiam do céu, eles criam suas próprias oportunidades.

4. Crie uma startup

Um modelo de negócio que está cada vez mais popular são as startups, empreendimentos renováveis com possibilidade de gerar grandes lucros. É muito comum que uma startup surja a partir de uma ideia colocada em prática durante o curso superior.

Como já falamos, hoje em dia, muitas faculdades possuem incubadoras de empresas que oferecem local, infraestrutura, equipamentos e incentivo suficientes para que os estudantes consigam começar a empreender com uma grande vantagem. Portanto, aproveite essa oportunidade!

5. Vá além da faculdade

Por mais que a faculdade possa dar o empurrão inicial para você começar um empreendimento, é preciso procurar por capacitações e oportunidades além dela. Caso contrário, você acabará ficando estagnado.

Dessa forma, busque experiências dentro do próprio mercado, faça um intercâmbio, interaja com profissionais bem-sucedidos, frequente cursos complementares etc. Quanto mais experiência você adquirir, maiores são as chances de alavancar seu negócio.

Começar a empreender durante a faculdade não é uma tarefa fácil. É preciso ter dedicação e persistência. Por isso, nunca desista e tente se aprimorar ao máximo. Com muita dedicação e tempo investido, você, com certeza, conseguirá transformar suas ideias em grandes negócios!

Se você gostou dessas dicas, não deixe de nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube para acompanhar todos os nossos conteúdos!