6 provas de que você precisa usar o LinkedIn melhor

Pode parecer mentira, mas acredite: muitos profissionais que estão ativos, assim como pessoas que estão investindo numa formação acadêmica completa com uma pós-graduação, não sabem usar o LinkedIn como se deve. Como resultado, não aproveitam uma série de oportunidades de alavancar a carreira que ele oferece.

Pensando nisso, preparamos um post especial para você conferir as provas do porquê deve usá-lo melhor, como fazer isso na prática e quais erros não cometer na plataforma. Confira!

Quais as provas que mostram a importância do LinkedIn

O LinkedIn é a maior rede social responsável por conectar profissionais, recrutadores e empresas em um ambiente virtual. É um espaço que você dispõe para investir no marketing pessoal e, acima de tudo, divulgar suas habilidades, competências e experiências para o mercado de trabalho.

Não é à toa que muitos usuários pesquisam (e encontram) vagas de empregos nele, ficam por dentro de novidades do setor em que atuam e compartilham meios de se atualizar e continuar em constante aprendizado. Porém, as vantagens desse site não acabam aí. Abaixo, nós reunimos três provas que só comprovam a importância dele:

  • permite você ampliar o seu networking e aumentar a rede de contatos em âmbito local, nacional e internacional;

  • facilita a conexão com possíveis colaboradores ou mesmo parceiros para futuros negócios e investimentos;

  • torna mais acessível o acesso às informações de recrutamento e seleção de empresas multinacionais — o que é excelente quando você sonda oportunidades de mudança de área, por exemplo.

Como usar o LinkedIn melhor

Fique por dentro de algumas maneiras de otimizar o uso da plataforma e torná-la sua grande aliada para uma carreira de sucesso:

1. Mantenha-se ativo na rede

Não basta apenas ter um perfil no LinkedIn. Ao contrário, é preciso estar ativo e se fazer notar na rede. Por isso, não se contente em ser somente mais uma mera conexão para amigos, colegas de trabalho ou mesmo potenciais parceiros. Procure interagir e se engajar com as notícias, conquistas e publicações dos seus contatos.

Por exemplo, viu uma discussão no seu feed sobre o mercado de trabalho, as especializações em alta no seu campo de atuação ou a abertura das inscrições para um evento na sua cidade? Então participe dela! Além disso, não se acanhe e crie as suas próprias discussões e estimule outros profissionais a se envolverem com a sua página.

2. Produza conteúdo

Sabia que o LinkedIn, além das funções de publicar e compartilhar fotos, matérias, vídeos e textos, também disponibiliza a opção de escrever um ou mais artigos para todas as suas conexões? Sim, você não leu errado: ele permite que o seu perfil se torne uma fonte de conteúdo sobre o tema que desejar, como a sua área de formação.

Ou seja, você tem a oportunidade de falar sobre a profissão que segue, as perspectivas para quem planeja trilhar a mesma carreira, o crescimento do mercado de trabalho ou, quem sabe, abordar temas mais acadêmicos relacionados a ela ao mesmo tempo que constrói (e projeta) uma imagem de autoridade na plataforma.

3. Participe de grupos

Outra maneira de melhorar a sua experiência como usuário do LinkedIn é participar dos grupos existentes no site. Com eles, você tem a oportunidade de debater e se atualizar acerca de diferentes assuntos com outros profissionais do meio, encontrar vagas e recomendações de empregos, entrar em contato com outros perfis sem que eles sejam necessariamente suas conexões etc.

Para isso, basta localizar aqueles que são, de fato, relevantes para você por meio de indicações de amigos e colegas ou aspectos associados ao seu local de atuação, como cidade, empresa, interesses, competências, prêmios e afins.

4. Inclua amostras das suas conquistas, projetos e prêmios

Ao longo da sua trajetória, seja no trabalho, seja na faculdade (graduação e pós-graduação), você participou de pesquisas, cursos, projetos ou criação de patente que lhe renderam algum reconhecimento ou prêmio? Então não apenas mencione-os, como também inclua amostras deles no seu perfil.

Essa é uma forma de atestar o que diz e dar um respaldo maior à sua página. Portanto, separe um tempo para coletar tudo o que for preciso e upar para o site, como certificados, diplomas, resumos online de publicações científicas e por aí vai.

5. Customize a URL do seu perfil público

Nada pior do que estar construindo um networking em um workshop, oficina ou palestra, por exemplo, alguém pedir a URL do seu perfil público para adicioná-lo e você simplesmente não conseguir dar essa informação, não é mesmo?

Isso acontece porque, como via de regra, os perfis públicos contam não apenas com o nome do usuário, mas também uma série de letras e números — o que dificulta a memorização.

Logo, se a pessoa não encontrá-lo pesquisando pelo nome, pode ser provável que ela não consiga adicioná-lo e, com isso, seja jogada fora uma grande oportunidade que poderia alavancar a sua carreira. Por esse motivo, facilite esse processo customizando a URL de maneira simples e objetiva e torne-se mais facilmente localizável.

6. Crie uma versão do seu perfil em outro idioma

Domina outra língua, como o inglês, o espanhol ou o francês? Então aproveite as funcionalidades que próprio LinkedIn oferece e crie uma versão do seu perfil em um segundo idioma. Isso aumenta as chances de estabelecer contatos com profissionais de outros países e pode ser o pontapé inicial para quem deseja seguir carreira no exterior.

Quais erros não devem ser cometidos na rede

Já falamos sobre como usar o LinkedIn de uma maneira mais otimizada e o resultado que essa ação pode trazer para a sua vida profissional. Agora, vamos abordar aqueles erros que devem ser evitados para não comprometer a sua imagem online e minar suas chances de se destacar no mercado de trabalho. Veja:

  • adicionar uma foto pouco profissional ao seu perfil;

  • possuir uma ou mais seções do site (experiência, formação acadêmica, interesses etc.) em branco;

  • ter diversos erros de português ao longo do resumo e demais dados;

  • omitir ou inventar informações;

  • transformar a rede — que é estritamente profissional — em um local para desabafos, palanque eleitoral, comentários preconceituosos etc.

Como você viu, usar o LinkedIn vai muito além de expandir sua presença online. Afinal, essa é a plataforma perfeita para divulgar seu trabalho e conhecimento, fazer networking, construir uma sólida rede profissional e conquistar oportunidades que vão alavancar a sua carreira. Por isso, não deixe de tirar o melhor proveito dela!

E se você gostou de saber mais a respeito do LinkedIn, não deixe de compartilhar este post com seus amigos nas redes sociais!