Precisa aumentar o rendimento nos estudos? Saiba como aqui!

Um desejo comum entre a maioria dos estudantes é aumentar o rendimento nos estudos, afinal, nada melhor do que ser mais eficiente e ganhar tempo livre para se dedicar a outras atividades, não é mesmo?

Além do mais, é muito ruim perceber que a sua dedicação não está garantindo os resultados esperados. É normal que o cansaço e a preguiça apareçam vez ou outra, mas, quando a pessoa está focada, é mais difícil que isso prejudique o seu desempenho.

E aí, quer saber como melhorar a sua produtividade? Acompanhe as nossas sugestões a seguir!

Confira nossas superdicas para aumentar o rendimento nos estudos

Se você já foi capaz de perceber que não está rendendo tanto, é porque provavelmente está falhando em alguns aspectos que podem ser melhorados. Veja a seguir que tipos de práticas vão contribuir para reverter essa situação e potencializar os seus estudos.

Exercite a sua disciplina

Um dos fatores mais importantes nesse processo é ser disciplinado, já que não adianta ter um excelente cronograma de estudos se você não consegue cumpri-lo. Logo, o seu foco e o seu comprometimento são os grandes diferenciais para fazer acontecer.

O problema é a teoria ser realmente mais fácil do que a prática. Mesmo sabendo como estudar é importante e tendo a consciência de que o seu rendimento só depende de você, as distrações aparecem e, muitas vezes, prejudicam a performance.

Portanto, a dica é encontrar maneiras para exercitar a sua disciplina — e, para cada pessoa, isso pode funcionar de um jeito diferente. Comece a observar detalhes: em que período do dia você consegue ficar mais concentrado, quais são os principais vilões contra o seu foco, que método de estudo favorece a sua produtividade etc.

Ao conhecer um pouco mais de si mesmo, ficará simples organizar os seus estudos, definir metas e conseguir executar todo o seu plano.

Mantenha o local de estudos organizado

A desorganização é mais uma das coisas que dificultam o rendimento. Já falamos sobre não ter uma agenda programada com intervalos de tempo bem definidos, mas a disposição do ambiente de estudo é outro aspecto relevante. Por mais que o seu armário seja uma bagunça, não deixe que isso se estenda para a sua vida acadêmica.

Defina um local para estudar que seja silencioso, confortável (mas nem tanto), iluminado e que tenha todos os materiais de que você precisa no dia a dia de forma ordenada. Acredite se quiser, esse conjunto vai ajudar você a absorver melhor tudo o que for estudado.

Programe pequenas pausas

O nosso cérebro não consegue se manter concentrado por muito tempo em alto rendimento, e você não precisa se sentir culpado por isso. A questão é que saber dessa informação pode fazer uma boa diferença na sua produtividade.

Como é praticamente impossível ficar tantas horas focado em um objetivo, o ideal é programar pequenas pausas ao longo do dia para conseguir aumentar a sua eficiência. Esse é o momento de deixar a mente se distrair para retomar a atenção logo em seguida.

Se preferir, aproveite para cumprir atividades nesses intervalos, como ir ao banheiro, comer alguma coisa, conversar com alguém, mexer nas redes sociais ou o que quiser. Apenas tome cuidado para não se estender tanto e perder o ânimo para estudar.

Conheça as melhores práticas para os estudantes da modalidade EAD/Online

A possibilidade de estudar de casa ou de qualquer outro lugar com acesso à internet é mesmo um privilégio. O detalhe é que nem todo mundo está acostumado a esse novo modelo de aprendizado, o que pode ser um motivo de dificuldade, dispersão, entre outros empecilhos. Para não deixar que isso aconteça, veja quais são as melhores práticas para se adaptar ao escolher uma graduação a distância.

Não se engane 

Ter maior flexibilidade na rotina é uma grande vantagem, mas isso não quer dizer que a modalidade EAD/Online seja mais fácil ou menos exigente. A carga de estudos e de atividades precisa ser cumprida da mesma maneira que um curso presencial — não exatamente do mesmo modo, só que com igual comprometimento.

A principal diferença é não ter que se deslocar todos os dias para a instituição de ensino, pois as tarefas podem ser feitas de forma remota. Porém, falhar com a programação prevista causa consequências negativas para o estudante.

Tenha uma rotina para estudar

Outro ponto importante é que as facilidades promovidas pela EAD/Online não podem ser um gatilho para a desorganização. Aquela ideia de estudar da cama, do sofá e não ter hora para nada não é um bom negócio para quem está interessado em ter um bom rendimento.

A determinação de uma rotina de estudos é essencial para facilitar a realização de todas as tarefas. Isso quer dizer que é preciso organizar os seus dias (ou as suas semanas, como preferir) dividindo o tempo de acordo com os compromissos. Inclua nessa programação um espaço fixo para estudar, mesmo que não tenha uma avaliação pela frente.

Essa é uma boa forma de criar o hábito do estudo, que muitas vezes é perdido pela possibilidade de estudar a qualquer momento e não ter que comparecer aos encontros presenciais. Então, leia os materiais das disciplinas, faça pesquisas para entender melhor cada assunto, realize as suas tarefas e não deixe o conteúdo acumular. Tente criar esse compromisso diariamente, ainda que por um curto espaço de tempo.

Dedique um tempo para conhecer a plataforma

Uma missão para todo novo aluno EAD/Online é explorar a plataforma virtual de aprendizagem. Essa familiarização é muito importante para não perder tempo no dia a dia e ficar confuso cada vez que acessar a ferramenta.

Por isso, vale tirar um tempo logo no início do curso para conhecer o ambiente, clicar em todos os lugares, conferir o que pode ser feito em cada um deles e descobrir quais recursos são oferecidos pela instituição de ensino por meio da plataforma. Assim, vai ficar bem mais fácil e rápido acertar nas próximas vezes, especialmente quando estiver cansado ou com um prazo apertado para cumprir.

Aproveite as tarefas coletivas

Podemos dizer que estudar a distância é um tanto quanto mais solitário, o que muitas pessoas consideram um ponto positivo. Contudo, a troca de experiências entre colegas, professores ou tutores é sempre enriquecedora e deve ser aproveitada. Os fóruns são ótimos exemplos de espaço propícios para isso.

As tarefas coletivas, como trabalhos em grupo, são oportunidades de conhecer novas pessoas e criar conexões. Além de deixar o estudo mais leve, não desconsidere o fato de que esse networking pode ser importante em algum momento da sua carreira.

Enfim, estudando a distância ou não, o objetivo de aumentar o rendimento nos estudos pode ser alcançado com pequenas mudanças de hábitos. Por isso, comece a perceber quais são as suas principais falhas e crie estratégias para sair dessa zona de conforto. Aos poucos, perceba a sua evolução e faça os ajustes necessários para ser mais produtivo.

Gostou das nossas sugestões? Não tenha dúvidas de que, assim como você, muitas outras pessoas estão querendo render mais nos estudos. Que tal compartilhar este post nas suas redes sociais e divulgar todas essas dicas?