Por que investir em uma pós-graduação em Enfermagem?

“Por que fazer uma pós-graduação em Enfermagem?” Essa é, sem dúvidas, uma das perguntas que mais passam pela cabeça de quem atua no ramo. Isso porque a área da saúde, por lidar com o bem-estar e a vida de milhões de pessoas, é um mercado que valoriza e reconhece aqueles profissionais que gostam de inovação, estão abertos a continuar estudando e se aperfeiçoando e buscam experiência teórica e prática para lidar com diferentes situações de atendimento ao paciente.

Diante desse necessário, não há como negar: dar continuidade à sua formação é fundamental para não ficar com a carreira estagnada e sem perspectivas de futuro.

Trouxemos um post que aborda opções de cursos que você pode fazer — e como escolher entre eles, explica a maneira de eleger a melhor faculdade para estudar, expõe os impactos positivos de uma pós na sua profissão e, ainda, esclarece o que são as modalidades lato sensu e stricto sensu. Bastante coisa, não é mesmo? Por isso, acompanhe tudo até o fim! Boa leitura!

O que é uma pós-graduação?

Para começar, vamos falar um pouco sobre as pós-graduações que você pode cursar e quais são as diferenças entre elas. Além disso, vamos tirar algumas dúvidas comuns sobre quantas especializações um profissional pode ter e qual o momento certo para dar continuidade à própria formação. Confira!

Os tipos de pós-graduação que existem

A pós-graduação, ao contrário do que se pode imaginar, não se resume a um único tipo de curso. Na verdade, existem diferentes formatos, para atender a objetivos profissionais distintos. É por isso que você encontra aqueles que são lato sensu e os que são stricto sensu. O primeiro grupo, por exemplo, é voltado para uma maior qualificação para o mercado de trabalho. Dentro dessa categoria estão:

  • a especialização: que aumenta o seu know-how teórico e a sua experiência prática sobre um ramo da sua profissão;

  • o MBA: que o auxilia a ter as competências necessárias para comandar desde pequenas equipes até setores completos dentro de uma organização privada ou pública.

O segundo grupo, do stricto sensu, é aquele destinado a quem se interessa por produção científica, desenvolvimento de projetos acadêmicos e docência. Ele é composto pelos seguintes cursos:

  • mestrado: auxilia a ter as habilidades tanto para lecionar em um centro universitário quanto para produzir pesquisas e estudos;

  • mestrado profissional: permite produzir pesquisas e estudos, assim como no mestrado, mas com o intuito de aplicá-los no mercado;

  • doutorado: permite a você aprofundar estudos e pesquisas, além, é claro, de produzir novos saberes e dados fundamentais para o meio científico.

O momento certo para iniciá-la

“Ok, eu entendi quais são as alternativas de pós-graduação que eu tenho. Qual é, no entanto, o momento certo para iniciar esse tipo de formação?”. É isso que você está se perguntando? Saiba que não existe uma resposta única para essa dúvida.

Algumas pessoas iniciam uma pós logo, assim que obtêm o título de bacharel, licenciado ou tecnólogo. Outros dão um intervalo — que pode ser de meses ou mesmo de alguns anos — entre a graduação e a pós.

O ideal é fazer uma autoavaliação para definir qual é o melhor momento para você se aperfeiçoar, renovar o próprio currículo e, assim, ampliar as suas oportunidades de atuação na área da saúde.

A possibilidade de fazer mais de uma pós

Outro questionamento recorrente envolvendo a pós-graduação é se os profissionais já graduados podem fazer mais de uma, quando optam por cursos lato sensu, uma vez que no formato stricto sensu isso já é um padrão a ser seguido.

Se você também compartilha dessa questão, saiba que a resposta é sim. Se você se interessa por dois ou mais segmentos da Enfermagem que são afins, pode (e deve) se especializar neles ou fazer um MBA para atuar com gestão em ambos.

Essa é uma decisão que só enriquecerá o seu currículo e mostrará como sua formação é um assunto levado a sério, sendo muito mais densa e completa do que a de outros enfermeiros ativos no mercado.

Quais as principais pós-graduações na área de Enfermagem?

Se você analisou os tipos de pós-graduação e optou por fazer um curso lato sensu, certamente está em dúvidas sobre a oferta de especializações e MBAs existentes para Enfermagem, não é mesmo? Por essa razão, listamos algumas das alternativas mais promissoras no mercado de saúde que podem alavancar (e muito) a sua carreira. Veja quais são elas!

Enfermagem do Trabalho

O curso de Enfermagem do Trabalho prepara para assistir indivíduos com doenças ocupacionais, aquelas desenvolvidas por conta de uma ou mais atividades do trabalho, como lesão por esforço repetitivo (LER), dorsalgia, síndrome do túnel do carpo e urticária de contato.

Para tanto, você estuda ergonomia e fisiologia — para identificar diferentes traumas físicos —, legislação do trabalho e aspectos psicossociais da rotina do trabalhador. Tudo isso com o objetivo de promover bem-estar físico e mental para a sociedade.

Ergonomia

Como já mencionamos, é possível e até recomendando fazer duas ou mais pós-graduações, ainda mais se elas são complementares. Se você tem interesse em Enfermagem do Trabalho, é interessante se aprofundar em Ergonomia.

Dessa forma, você aprenderá não apenas a respeito da assistência às pessoas que já manifestam sintomas doenças ocupacionais, mas também sobre as práticas e intervenções preventivas nos ambientes de trabalho das pessoas para evitar acidentes e o desenvolvimento de transtornos físicos e mentais.

Fisiologia do Exercício

Um terceiro exemplo de pós-graduação em Enfermagem que você pode fazer é o de Fisiologia do Exercício, que aborda diversos sistemas do organismo, como o cardiovascular, o endócrino, o respiratório e o neurológico.

O foco dele é o uso da atividade física como ferramenta de reabilitação de pacientes, especialmente aqueles que estão com limitação parcial ou total dos movimentos e os que têm algum tipo de lesão provocada por malhação ou exercício de alto impacto (que é comum para quem é atleta amador e profissional).

Enfermagem em Terapia Intensiva

A pós em Enfermagem em Terapia Intensiva tem como objetivo a correta preparação dos enfermeiros para atuar com pacientes — independentemente da faixa etária deles — que estejam em estado crítico ou terminal por conta de problemas cardiológicos, neurológicos, nefrológicos e afins.

Para tanto, você se aprofunda nas melhores práticas de assistência na UTI, na adoção de cuidados paliativos para redução de sintomas, na manipulação de fármacos controlados, na prevenção de infecções generalizadas, na monitorização hemodinâmica, na elaboração de relatórios clínicos e por aí vai.

Auditoria em Saúde e Gestão da Qualidade

A especialização em Auditoria em Saúde e Gestão da Qualidade é para quem almeja atuar no controle e na supervisão de sistemas de saúde, sejam eles do setor público (no caso, o SUS), sejam eles do setor privado.

É por isso que você fará análises de contas, planejamento de custos, regulação de certificações de qualidade de autarquias, perícia no faturamento das grandes operadoras do ramo da saúde, entre muitos outros procedimentos.

Estética Avançada

O curso de Estética Avançada, por sua vez, é voltado para os enfermeiros que têm interesse em atuar na área da estética. Sabe-se que ela atrai milhares de pessoas em busca de procedimentos ambulatoriais e cirúrgicos.

É por isso que você estuda, no decorrer dessa formação, sobre diferentes métodos e técnicas de intervenção física, procedimentos durante o pré-operatório e depois do pós-operatório e a formulação de medicamentos e cosméticos para fins estéticos.

Enfermagem em Urgência e Emergência

Outra pós-graduação na área da saúde que o enfermeiro pode fazer é a de Enfermagem em Urgência e Emergência. Esse tipo de serviço prestado por hospitais particulares e principalmente públicos requer que o profissional tenha um conhecimento vasto sobre tipos de traumas físicos, complicações médicas, reanimação, internação e assistência em situações de caos (como desastres naturais e resgates).

Tudo isso para que o atendimento prestado ao paciente seja não só eficiente e rápido, mas também humanizado — o que faz toda diferença em momentos críticos.

Gestão Hospitalar

A especialização em Gestão Hospitalar é voltada para profissionais que vão atuar não no atendimento direto aos pacientes, mas no controle da qualidade desse contato.

Isso porque, tanto em hospitais quanto em outros institutos de saúde, é comum que haja gestores que coordenam o estoque de suprimentos, a manutenção de equipamentos e instrumentos clínicos, os custos hospitalares, as auditorias internas etc.

Além de tudo isso, eles ainda são responsáveis por gerir pessoas, montando equipes, estabelecendo setores e planejando sistemas de informações entre as várias especialidades médicas. Dessa forma, o paciente pode dispor de um hospital no qual os serviços funcionam adequadamente.

MBA em Gestão Estratégica de Pessoas

Quando se pensa em pós-graduação em Enfermagem, você logo associa o termo às especializações na área, como as que citamos, não é verdade? Porém, aqueles enfermeiros que vão trabalhar na gestão hospitalar — da qual falamos há pouco — podem (e devem) também fazer um MBA, como o de Gestão Estratégica de Pessoas.

Isso porque eles vão, além de organizar as escalas de trabalho de técnicos e auxiliares de Enfermagem, supervisionar diariamente esses outros profissionais durante as atividades deles. Fazer um MBA é importante, pois vai permitir que você desenvolva e aperfeiçoe as habilidades necessárias para cargos de gestor dentro de hospitais, postos de saúde, centros ambulatoriais etc.

Quais os impactos de uma pós-graduação na carreira profissional?

Fazer uma pós-graduação em Enfermagem é um grande investimento na carreira de um enfermeiro. A evidência disso aparece nos impactos positivos que o curso pode ter na sua trajetória, fazendo com que você fique um passo mais próximo dos seus objetivos profissionais. Ficou curioso para saber mais sobre os principais efeitos de continuar com os estudos após obter o diploma de bacharel? Então, veja a nossa lista!

Perfil profissional diferenciado

Para começar, o seu perfil profissional se distingue dos demais. Enquanto muitos se contentam em ter apenas uma graduação, você sai da sua zona de conforto e vai atrás de enriquecer a sua formação para se especializar em um campo de atuação.

Esse detalhe faz toda diferença numa área como a da saúde, que é conhecida justamente por ser bastante segmentada, com nichos voltados para enfermidades, tipos distintos de assistência, tratamentos clínicos, procedimentos cirúrgicos etc. Você se torna apto a lidar com pacientes e a prestar atendimentos que uma grande parcela de enfermeiros não tem conhecimento teórico nem prático para realizar.

Como resultado, você pode exercer cargos de especialista e ser promovido para outros setores hospitalares — situações que o levarão a ser reconhecido, dispor de um status social diferenciado e ter uma faixa de ganhos superior ao seu antigo salário.

Networking contínuo

Um segundo impacto positivo de uma pós-graduação em Enfermagem é a possibilidade de fazer contato com outros profissionais da categoria e esse networking — quando bem administrado e mantido — render frutos para a sua carreira, como indicações para cargos, convites de trabalho, parcerias etc.

Isso porque os alunos que fazem especialização e MBA são pessoas que, em sua grande maioria, já estão ativas no mercado e buscam crescer cada vez mais. Logo, você vai interagir com enfermeiros de outros institutos de saúde e com as mais diferentes experiências profissionais. Uma oportunidade única!

Qualificação para concursos públicos

Não podemos deixar de citar que uma pós-graduação pode ser o detalhe que falta para você concorrer em diversos concursos públicos que existem para a área da saúde e que são conhecidos pela alta remuneração.

É comum que o edital deles exija como requisito que os profissionais interessados tenham uma ou mais especializações. Isso acontece porque eles buscam selecionar profissionais em falta em determinados segmentos do serviço público de saúde e, assim, suprir as categorias de Enfermagem que são muito requisitadas no SUS.

Se você vislumbra uma carreira duradoura no setor público, tenha em mente que fazer uma pós é indispensável para alcançar esse objetivo.

Como escolher uma pós-graduação em Enfermagem?

Depois de ler sobre algumas opções de pós-graduação em Enfermagem e os benefícios que elas trazem para a carreira do enfermeiro, você deve estar se perguntando como eleger aquela que, de fato, vai fazer a diferença no seu futuro profissional. Por isso, reunimos algumas dicas que vão ajudá-lo nesse processo de escolha. Veja!

Considere os seus interesses profissionais

Antes de qualquer coisa, reflita a respeito de quais são os seus interesses profissionais, as suas habilidades e as suas competências. Fazer essa autoavaliação é a melhor forma de reconhecer com quais áreas de atuação você tem mais afinidade e com as quais é possível se ver trabalhando no futuro.

A partir daí, você pode listar esses ramos, pesquisar informações de cada um no mercado de trabalho, conversar com profissionais que já atuam com eles e, por fim, fazer um comparativo entre ambos, para definir qual é o melhor para a sua carreira.

Acompanhe os segmentos que se mostram promissores

Além de considerar as suas preferências, analise com calma todas as áreas de atuação da Enfermagem, afinal, é comum que, com o tempo, algumas delas ganhem destaque e até tenham subespecialidades que sejam bastante requisitadas pelo mercado da saúde.

Os motivos para isso acontecer são inúmeros, como mudanças sociais, novas políticas públicas, surgimento de epidemias globais, catástrofes naturais, envelhecimento da população etc. Quando isso ocorre, surge um cenário cíclico muito comum: aquele no qual há uma grande oferta de vagas, mas pouca mão de obra qualificada para ocupá-las.

Saber identificar os segmentos que estão em alta pode ajudá-lo a escolher o curso certo a ser feito. Dessa maneira, você estará capacitado para disputar cargos públicos ou vagas em grandes institutos de saúde que oferecem uma boa jornada de trabalho e, em especial, uma excelente remuneração.

Leve em conta a sua agenda

Por último, não deixe de levar em conta a sua agenda. Para muitos enfermeiros que trabalham em hospitais e centros de emergência/urgência, é comum o trabalho em regime de escalas diferentes.

Com isso, em alguns dias o seu turno pode ser pela manhã e à tarde, em outros à noite e de madrugada. Isso sem falar naqueles profissionais que, assim como muitos médicos, fazem plantões. É fundamental, portanto, encontrar um curso que se encaixe na sua rotina.

Um bom exemplo são as pós-graduações oferecidas em sábados alternados, com aulas das 8h às 13h e das 14h20 às 19h20, como ocorre na UCL. Assim, os seus dias úteis não ficam comprometidos e você pode se programar com mais facilidade para acompanhar as aulas.

Por que optar por uma boa instituição de ensino?

Para encerrar nosso post, não podemos deixar de falar sobre a importância de escolher uma instituição de ensino de qualidade. Uma faculdade séria e com um bom histórico de atuação no segmento de educação superior se preocupa não só em ofertar cursos alinhados com o mercado de trabalho, mas também em fornecer a infraestrutura necessária para o seu desenvolvimento e o seu aprimoramento enquanto aluno.

É importante dispor de laboratórios, bibliotecas e campus bem equipados, para garantir que o seu aprendizado não aconteça apenas em sala de aula, mas, sim, em todo e qualquer espaço da instituição. Além disso, é fundamental que a faculdade busque incessantemente montar um corpo docente de peso, com mestres, doutores e especialistas.

Dessa forma, o projeto pedagógico e curricular que norteia os cursos deve se manter sempre atualizado, multifacetado e apto a fornecer a capacitação teórica e prática que você deseja para alavancar a sua carreira. Dito tudo isso, trouxemos, abaixo, algumas dicas que vão ajudar você a avaliar se a instituição de ensino atende, ou não, às suas expectativas. Confira!

Informe-se sobre a metodologia de ensino na pós-graduação

A primeira é bem simples: informe-se sobre como é a metodologia de ensino que a instituição adota na pós-graduação, pois ela influencia diretamente na qualidade da sua formação. Descubra se a faculdade utiliza apenas aulas expositivas ou se aplica outras estratégias para tornar os seus estudos mais dinâmicos e aprofundados.

Podemos citar como exemplos, dentro dessas estratégias, aulas práticas em laboratório, visitação guiada a diferentes organizações do mercado, elaboração de seminários, criação de mesas redondas, promoção de eventos acadêmicos etc.

Confira a grade curricular da pós desejada

Achou o curso de especialização ou MBA que deseja fazer? Então, além de avaliar a metodologia de ensino utilizada pela faculdade, confira a grade curricular dele.

Isso é essencial para que você saiba de antemão quais conteúdos serão estudados em sala de aula e possa identificar se todos os temas relacionados àquela especialidade são abordados durante a formação. Por isso, tenha sempre em mente que, quanto mais informações a instituição divulga, melhor para você!

Pesquise se a instituição oferece cursos de qualificação profissional

Por fim, pesquise se a instituição, além de graduações e pós-graduações, oferece cursos de qualificação profissional na área da saúde. Isso pode parecer algo simples à primeira vista, mas, para quem deseja aprimorar as próprias habilidades e competências como enfermeiro, é essencial. Como exemplo, podemos citar:

Lembre-se de que, quanto maior for a sua capacitação, maiores serão as oportunidades de se estabelecer no mercado e ser um profissional reconhecido e bem remunerado.

Como você viu, a pós-graduação em Enfermagem vai muito além de enriquecer e diferenciar o seu currículo. Ela é uma forma garantida de se preparar para os desafios do mercado de trabalho e se manter atualizado na área da saúde — que está em constante renovação e é vital para o bem-estar geral da sociedade. Não deixe de investir no seu futuro profissional!

Gostou de ler sobre o tema e quer saber mais a respeito dos cursos que citamos neste post? Então entre agora mesmo em contato com a gente! Estamos ansiosos para ajudá-lo!