Como saber se a faculdade é boa para você?

Escolher em qual faculdade estudar é uma das decisões mais importantes na vida de um estudante, afinal, é esse momento que marca o início da carreira profissional. Mas como saber se a faculdade é boa para você?

Para ajudar você a tomar a melhor decisão possível, listamos os principais aspectos que devem ser observados para decidir em qual instituição estudar. Confira!

Infraestrutura

Um erro muito comum entre recém-formados no ensino médio é não visitar as instituições superiores do seu interesse. Se você não quer se arrepender da sua decisão, tire um tempinho para fazer essas visitas!

Conhecer as faculdades antes de se decidir é essencial para saber se o ambiente é agradável e bem conservado. É preciso ter em mente que a infraestrutura é um dos pontos mais importantes em uma instituição de ensino.

Na hora de analisar, lembre-se de que uma boa faculdade não é composta apenas de salas de aulas e professores. É preciso verificar se o local possui biblioteca, laboratórios de pesquisa, salas de informática e equipamentos tecnológicos suficientes para dar suporte aos alunos.

Qualidade dos laboratórios e bibliotecas

Se você está se questionando como saber se a faculdade é boa, atente para a importância de avaliar a qualidade da biblioteca e dos laboratórios — principalmente se o curso que você quer fazer inclui muitas aulas práticas, como os de tecnologia.

A vida depois de entrar na faculdade é um pouco diferente da época da escola. Em geral, você vai precisar exercer muito mais a sua autonomia. Por isso, a estrutura da biblioteca é extremamente importante. Se você vai precisar passar um tempo estudando na instituição, procure identificar também se o local para isso é confortável e silencioso. Boas faculdades vão investir em bibliotecas e laboratórios de qualidade.

Reputação

Para responder à pergunta “como saber se a faculdade é boa?”, você primeiramente deve verificar se os cursos oferecidos por ela são credenciados pelo Ministério da Educação (MEC). É preciso deixar claro que, se um curso não for credenciado, ele não terá validade nenhuma no mercado.

É possível também avaliar o desempenho da faculdade em exames como o Enade e em rankings elaborados por jornais, pelo MEC ou por qualquer outro veículo de confiança. Além disso, preocupe-se em conhecer a reputação da instituição, conversando com pessoas que já estudaram lá ou pesquisando opiniões na internet.

Corpo docente

Os professores são grandes responsáveis pela transformação do aluno em um bom profissional. Por isso, para não escolher errado, tente conhecer mais sobre o corpo docente e sobre a metodologia de ensino das faculdades nas quais você pensa em estudar.

Para isso, analise principalmente o currículo dos professores, pois, quanto mais experiência eles tiverem — seja no âmbito acadêmico ou prático —, maiores serão as chances de que consigam transmitir um conteúdo relevante nas salas de aula.

É interessante também conversar com alunos e ex-alunos da faculdade, para saber se a instituição e o corpo docente são comprometidos com a educação e com a formação do estudante. Esse ponto é importante porque, além de lhe oferecer os conhecimentos teóricos, os professores podem ajudar muito com seu networking.

Mensalidade

Se você pensa em estudar em uma faculdade particular, é importante, para se decidir, levar em consideração o valor da mensalidade do curso, afinal, o preço é um fator muito relevante, já que fará parte do seu orçamento por alguns anos.

Esse, porém, não deve ser um critério decisivo, pois é preferível investir em uma instituição um pouco mais cara, mas com excelência de mercado, a escolher uma econômica, mas com uma educação de péssima qualidade. Assim, não se preocupe apenas com o preço que você vai pagar, mas, sim, com a relação entre o custo e o benefício oferecido.

Localização

Inicialmente, a localização pode não parecer um problema, quando você decide estudar em uma faculdade longe de casa. Com o passar do tempo, entretanto, isso pode se tornar uma dor de cabeça. O ideal é avaliar esse fator, juntamente com outros pontos relevantes que citamos neste post.

Apesar de esse também não ser um critério decisivo, é de extrema importância que você leve em consideração a distância entre a faculdade e a sua casa. Caso contrário, o dinheiro e o tempo perdidos com deslocamentos podem acabar se tornando um empecilho aos seus estudos. Para evitar esse problema, é útil também considerar a graduação a distância.

Nota do MEC

Uma das melhores formas de identificar se a faculdade é boa é conhecer a nota que o MEC atribui a ela em sua avaliação. Você não sabe como funciona? Técnicos do Ministério da Educação avaliam todas as faculdades e os cursos do Brasil inteiro.

Eles expressam o resultado dessa avaliação em uma nota que vai de 1 a 5. Para chegar a ela, são avaliados diversos pontos, como o atendimento a requisitos básicos para abrir o curso, a estrutura da faculdade, a qualificação dos professores e a nota dos alunos no Enade.

Os cursos precisam ter, no mínimo, nota 3 para manter seu funcionamento. Assim, o ideal é procurar faculdades com índices maiores do que esse. Como o MEC considera diversos fatores importantes entre os que citamos aqui, considerar essa nota é uma ótima maneira de encontrar a melhor faculdade.

Valores e princípios da instituição

Uma faculdade funciona a partir de valores e princípios que são centrais para ela. Assim, muitas de suas práticas vão se basear nessas questões. Por isso, é importante que você conheça esses pontos e veja se eles estão de acordo com os objetivos que você tem para a formação.

É interessante que entre os valores da faculdade estejam, por exemplo, ética e cidadania. Assim, o estudante sabe que vai ser preparado para exercer sua profissão da melhor forma. Além disso, muitas instituições colocam como princípio central a integração do curso com o mercado de trabalho — isso gera muitas vantagens para o aluno.

Outros fatores que merecem sua atenção enquanto procura uma faculdade são os diferenciais que cada instituição oferece. A possibilidade de fazer intercâmbio por meio de uma graduação sanduíche, por exemplo, torna o curso mais interessante e agrega muito à sua carreira.

Expectativas

É preciso que você avalie se as suas expectativas em relação ao curso e ao mercado de trabalho podem ser alcançadas na instituição escolhida. Verifique se a faculdade incentiva seus alunos a buscarem estágios profissionalizantes, unindo a teoria à prática, e se existe algum incentivo à iniciação científica e ao desenvolvimento de pesquisas acadêmicas.

Quanto mais suporte uma faculdade oferecer aos seus estudantes, maiores são as chances de que eles se tornem grandes profissionais no futuro. Por isso a interação entre os alunos e a própria instituição é tão importante.

Agora que terminou de ler nossas dicas, você está mais preparado para identificar se a faculdade que pretende escolher é boa. Não deixe de colocar nossas orientações em prática e pesquisar bastante, antes de se decidir, pois essa é uma escolha muito importante na sua vida!

Se este post ajudou, tenha acesso a mais publicações relevantes. Assine nossa newsletter agora mesmo!