Por que é importante ter um laboratório de pesquisa na faculdade?

Escolher a faculdade onde vai estudar não é uma tarefa simples. São muitos aspectos para considerar, na hora de tomar essa decisão com segurança. Um deles tem grande importância, mas ainda é negligenciado por vários estudantes: a existência de um laboratório de pesquisa.

Você sabia que nem só de bons professores depende um curso superior? A pesquisa é um dos aspectos essenciais de uma universidade — e agora as boas faculdades privadas também estão oferecendo esse diferencial na formação dos alunos.

Então, que tal aproveitar isso e aprender para que serve um laboratório e qual a diferença que isso pode fazer na sua vida profissional? Confira as informações que trouxemos neste post e saiba escolher a melhor instituição para estudar.

Qual é a importância de uma boa infraestrutura na faculdade?

A qualidade de uma faculdade está também nos detalhes. Localização adequada, estrutura confortável, professores competentes, metodologias interessantes, vínculo com o mercado de trabalho… São muitos fatores para considerar, e cada um deles, sem dúvida, influencia na sua formação e na sua atuação profissional.

É indispensável aprender a avaliar a qualidade da instituição de ensino onde você pretende estudar. Além de alunos interessados e professores motivados, uma boa faculdade precisa de infraestrutura adequada para o ensino. Todos os pormenores são essenciais para fomentar o aprendizado e criar um ambiente amigável.

Simples questões fazem toda a diferença nessas horas, como:

  • qualidade das cadeiras e mesas das salas de aula;

  • iluminação dos ambientes;

  • instalações limpas e bem arrumadas;

  • computadores e equipamentos eletrônicos atualizados;

  • bibliotecas com bom acervo de livros;

  • time de profissionais qualificados e experientes;

  • laboratórios de pesquisa.

Esse último item merece toda atenção de quem espera passar em uma boa faculdade e construir o melhor currículo que puder, afinal, a graduação é o momento ideal para viver experiências marcantes e enriquecer o seu perfil, antes de entrar no mercado de trabalho.

Quais são os benefícios do laboratório de pesquisa na faculdade?

Já falamos que o laboratório de pesquisa impacta positivamente na experiência do estudante e no futuro profissional. Agora, chegou o momento de você entender quais são as vantagens que só uma instituição com bons laboratórios de pesquisa pode oferecer. Vamos lá?

Insere o aluno na iniciação científica

Muitos estudantes entram na faculdade já pensando no que vão trabalhar e no dinheiro que podem ganhar como profissionais. Não há nada de errado nisso, claro, mas você já pensou que pode conquistar muito mais durante os anos que passa na graduação?

Uma das principais funções do Ensino Superior é fazer ciência. Isso significa que, enquanto prepara profissionais para o mundo do trabalho, a faculdade também produz conhecimentos científicos por meio de suas atividades. É nesse contexto que se inserem os projetos de pesquisa.

Você pensava que fazer pesquisa era tarefa apenas dos cientistas famosos? Nada disso! Seus professores na faculdade também são pesquisadores. E essa atividade faz toda a diferença no desenvolvimento de cada área de estudos, seja de humanas, exatas ou ciências da saúde.

Um laboratório de pesquisa de uma faculdade pode ser o responsável por estudar, por exemplo, o impacto de alguma metodologia nova nos resultados financeiros de uma empresa ou a relação entre programas de saúde organizacional e qualidade de vida dos funcionários. E o melhor: não são apenas os professores que participam dessas pesquisas — os alunos também participam.

A iniciação científica oferece exatamente essa oportunidade. Ao realizar uma pesquisa, o estudante aprende sobre o método científico, as técnicas de um pesquisador e os processos éticos envolvidos. Além disso, desenvolve melhor sua capacidade crítica e sua forma de escrever, pois os resultados dos trabalhos são publicados.

Proporciona aulas práticas

Uma das maiores ansiedades dos estudantes de uma faculdade é em relação às atividades práticas. Muitas disciplinas teóricas costumam gerar dificuldades e desmotivação. No meio disso, basta colocar um estágio ou um trabalho prático, e a mágica acontece: os alunos se motivam e passam a participar com muito mais entusiasmo.

A pesquisa realizada em laboratórios responde perfeitamente ao desejo por mais aulas práticas. Uma turma de Engenharia Civil, por exemplo, pode usar o laboratório para testar a resistência de diversos materiais. Dessa forma, os alunos vão analisar, na prática, aquilo que os professores discutem e calculam em sala.

Com certeza, fica mais fácil aprender com essa estratégia. Além disso, os conhecimentos compartilhados nesses momentos podem gerar pesquisas importantes e responder a necessidades sociais — como a ideia de investigar o uso de um material alternativo em construções de determinado tipo.

Constrói networking

Um bom aluno não é formado apenas por fórmulas, livros e conceitos. Em todas as áreas de atuação, conhecer pessoas é a melhor maneira para fazer novos contatos profissionais, aprender outros assuntos e abrir portas para a carreira.

As aulas convencionais em salas de aula são extremamente necessárias para a formação de um estudante, mas as atividades práticas e os estudos laboratoriais criam um ambiente mais descontraído e permissivo.

Com isso, quem participa dessas atividades já começa a estabelecer um networking profissional e, em algumas situações, consegue boas oportunidades de emprego. Se um aluno alcança destaque na pesquisa, por exemplo, o professor pode indicá-lo para uma vaga de estágio com mais segurança e confiança em seu trabalho.

Uma situação parecida pode acontecer, caso algum colega de turma conheça uma empresa que esteja procurando um trabalhador competente. Em todos os casos, o laboratório de pesquisa faz parte de uma etapa primordial para o sucesso de qualquer estudante.

Outra possibilidade enriquecedora é a de você apresentar estudos em eventos e até mesmo publicar seus trabalhos em revistas científicas renomadas. Isso torna o seu nome mais conhecido, ao mesmo tempo em que permite ser apresentado a diversos profissionais competentes. Um networking e tanto, não?

Promove experiência profissional

Algumas pessoas podem imaginar que o laboratório de pesquisa não se trata de uma atividade profissional, afinal, são tarefas acadêmicas e científicas, próprias de quem pretende seguir a carreira de pesquisador ou professor de faculdade. Isso, entretanto, não é verdade.

No laboratório de pesquisa são realizadas muitas ações que preparam o estudante para o exercício da profissão. Imagine o quanto os alunos de cursos de Engenharia se beneficiam de pesquisas envolvendo robótica, por exemplo. É possível aprender detalhes de programação, inteligência artificial etc.

Ao mesmo tempo, o estudante que participa de pesquisas aprende a se organizar melhor, ser criativo, ter iniciativa e várias outras competências que começam a moldar o seu perfil profissional.

Uma premissa essencial para obter um emprego é ter experiência em alguma área. Por isso, o laboratório de pesquisa fornece atividades e práticas que diferenciam um aluno na disputa por uma vaga de trabalho — o que pode ser essencial em períodos de crise de emprego.

Desenvolve novas habilidades

Atualmente, o mercado de trabalho busca profissionais completos e que tenham muito jogo de cintura para superar obstáculos. Todos os detalhes devem, portanto, ser analisados na preparação de um estudante. Apenas saber o conteúdo já não é suficiente para ter um bom emprego.

Assim, certas habilidades fazem toda a diferença na análise curricular dos concorrentes. Saber se expressar e trabalhar em equipe, por exemplo, são características que mostram que você é um bom profissional. Essas, junto com diversas outras qualidades, são muito bem trabalhadas em um laboratório de pesquisa na faculdade.

Aumenta o desempenho acadêmico

Em que situação é mais provável que você alcance uma nota mais alta: em uma disciplina teórica com vários textos para ler ou em uma matéria na qual você realiza pesquisas práticas e acompanha ao vivo o que leu? Você certamente respondeu que a segunda opção seria mais fácil para conseguir boas notas, certo?

Isso acontece porque uma das formas mais efetivas para aprendermos um conteúdo é a realização de testes práticos. Uma coisa é o estudante de Engenharia Elétrica ler sobre o funcionamento de comandos elétricos, outra bem diferente é ele moldar e ver na prática como tudo acontece.

Participar de um laboratório de pesquisa, organizar materiais e realizar testes são atividades muito ricas de aprendizagem. Inclusive, alunos com essa experiência têm condições de ajudar os colegas a entender uma matéria difícil, pois eles desenvolveram maneiras mais dinâmicas de compreender o conteúdo.

Abre novos caminhos profissionais

O aluno que entra na faculdade sonhando com o seu primeiro emprego na área de formação pode se surpreender muito ao fazer parte de um laboratório de pesquisa. Isso porque a experiência apresenta possibilidades diferentes daquelas que ele já conhecia.

Muitos estudantes da área de exatas, por exemplo, não pensam em trabalhar como pesquisadores ou se preparar para programas de mestrado e doutorado. A participação em pesquisas durante a graduação pode, no entanto, mudar esse panorama. É possível que o aluno se apaixone pela área e deseje seguir nessa carreira.

O envolvimento no laboratório de pesquisa durante o curso superior é muito bem-visto em seleções da pós-graduação, ou seja, o candidato tem mais chances de ser aprovado no mestrado ou no doutorado, quando já traz essa experiência anterior.

E a ideia de abrir novos caminhos profissionais é interessante até mesmo para quem não abre mão do sonho de entrar no mercado de trabalho tradicional. Uma possibilidade interessante é aliar a docência no Ensino Superior a um emprego formal. Assim, você tem um pouco das duas experiências.

Enriquece o currículo

Sabemos que a graduação, apesar de essencial, já deixou de ser uma garantia de bons empregos. Na realidade, ela é muito mais um requisito do que um diferencial. Isso quer dizer que ter um diploma de curso superior é praticamente obrigatório. O estudante precisa mesmo é de buscar outros aspectos que o diferenciem dos outros profissionais — e a pesquisa é um deles.

Colocar no currículo a participação em um laboratório de pesquisa na faculdade chama a atenção dos recrutadores de empresas. O mercado de trabalho está sempre procurando pessoas que tragam novidades e agreguem à empresa algo que venha da faculdade. É lá, afinal, que o conhecimento é produzido e aprimorado.

Quanto mais experiências diversificadas você tiver durante a faculdade, melhor será. Devem constar no seu currículo os eventos dos quais participou, os estágios que fez e as pesquisas que realizou. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, isso não é útil apenas para quem quer seguir carreira acadêmica, como professor ou cientista. Quem vai trabalhar no mercado privado também se beneficia com isso.

Motiva os professores

O laboratório de pesquisa também é excelente para melhorar o desempenho de professores em uma faculdade. Em alguns casos, a rotina de sala de aula pode desmotivar e tirar o foco de alguns profissionais, que acabam por não desenvolver todo o potencial dos seus alunos nas aulas teóricas.

A simples mudança de ambiente torna o trabalho mais agradável e facilita a transmissão de conhecimento para muitos docentes. Com isso, os alunos compreendem a matéria com mais facilidade e colocam em prática o que aprenderam.

Além disso, os professores de faculdade já têm um histórico de realização de pesquisas, pois em especializações, mestrados e doutorados há o desenvolvimento de trabalhos desse tipo. Logo, as atividades científicas são valorizadas pelos docentes. A ideia de passar o conhecimento prático para os estudantes também é muito motivadora.

Lembre-se, ainda, de que certos conceitos ganham destaque e ficam mais compreensíveis quando os alunos colocam a mão na massa. Ver a turma se envolvendo nos exercícios e aprendendo melhor é tudo o que um educador deseja. Em todos os casos, o laboratório de pesquisa é uma ótima ferramenta para professores e alunos.

Como escolher uma boa instituição de ensino?

Depois de ler este post você vai passar a avaliar a qualidade dos laboratórios de pesquisa, antes de escolher uma faculdade, não é? Hoje em dia, existem várias instituições de Ensino Superior no mercado. Cada uma delas possui características que precisam ser analisadas. Assim, a decisão se torna um desafio e tanto.

O indicado é elaborar um plano de prioridade e ver qual instituição mais se adequa ao seu perfil de estudos. Faça isso antes de tomar qualquer tipo atitude. E lembre-se: você não deve se prender ao básico.

Não deixe passar detalhes fundamentais. Entre eles, destacamos a qualidade dos professores. Procure saber sobre a formação deles e a experiência profissional que têm. Conhecer o currículo do curso e a metodologia que a faculdade utiliza também é essencial, já que são fatores com influência direta nos seus estudos.

Por fim, considere todos os benefícios do laboratório de pesquisa na faculdade e procure um local que também valorize isso. Instituições que contam com uma boa infraestrutura para os seus alunos, com laboratórios de pesquisa informatizados e atualizados com as novidades do mercado, são ótimas opções.

Ao escolher uma faculdade com laboratório de pesquisa você sai na frente dos seus concorrentes no mercado de trabalho, pois terá um preparo muito mais eficiente. Não deixe de aproveitar o melhor que a graduação pode oferecer!

Gostou do post? Será que seus amigos sabem a importância da pesquisa na faculdade? Compartilhe este texto nas redes sociais e converse com eles sobre isso!