Engenharia Mecânica: saiba mais sobre essa carreira

Se você sempre foi curioso para saber como funcionam máquinas e sistemas, gosta de tecnologia e tem afinidade com números e raciocínio lógico, o curso de Engenharia Mecânica é para você.

É uma formação com matriz curricular bem diversificada, que inclui muitas aulas práticas e, dessa forma, prepara o aluno para boas oportunidades no mercado de trabalho. Aliás, se você se preocupa com a empregabilidade, saiba que há uma alta demanda por engenheiros mecânicos, principalmente nas indústrias.

Está interessado nessa área e quer mais informações a respeito dessa graduação? Continue a leitura e veja quais são as perspectivas profissionais e o perfil de quem escolhe essa carreira de sucesso!

Como é o curso de Engenharia Mecânica?

O curso de Engenharia — independentemente de ser graduação em Engenharia Química, Civil, Mecânica ou qualquer outra engenharia— tem duração de 5 anos e apresenta uma grade curricular que une disciplinas teóricas e práticas. Nos primeiros semestres, os temas são mais gerais, como Física, Matemática, Estatística e Química. 

No curso de Engenharia Mecânica, as disciplinas mais específicas são variadas, muitas delas realizadas em laboratório, em que o aluno aprende sobre:

  • Ciências dos Materiais;

  • Programação de Computadores;

  • Ensaios Mecânicos;

  • Economia da Engenharia;

  • Metrologia;

  • Sistemas Integrados da Manufatura;

  • Materiais de Construção Mecânica;

  • Eletrotécnica;

  • Mecânica dos Sólidos;

  • Materiais e Sensores;

  • Gestão da Qualidade;

  • Mecânica dos Fluidos;

  • Máquinas Térmicas;

  • Máquinas de Fluxo;

  • Processos de Fabricação Mecânica;

  • Manutenção Industrial;

  • Hidráulica e Pneumática;

  • Análise de Falhas;

  • Projetos de Novos Equipamentos.

Com essa formação, o profissional torna-se apto para projetar, fabricar, gerenciar e realizar a manutenção de máquinas, equipamentos, meios de transporte e instalações industriais, entre outros processos.

Empreendedorismo

O curso também tem a preocupação de preparar o profissional que busca empreender, por isso contempla temas como Administração Geral, Empreendedorismo, Gerenciamento de Projetos e outros.

TCC e estágio obrigatório

Para conseguir o diploma, o aluno precisa fazer o trabalho de conclusão de curso (TCC) e o estágio supervisionado, uma oportunidade para vivenciar a rotina da profissão, conviver com colegas mais experientes e conhecer as possibilidades de atuação da carreira que escolheu.

Qual o panorama do mercado de trabalho para essa área?

Quando se fala na área de Engenharia, vários cursos oferecem boas perspectivas profissionais, como Engenharia Química, de Produção, Civil e também Mecânica. No último, o profissional encontra alta demanda de trabalho em indústrias de diferentes segmentos, como:

  • automobilística;

  • aeronáutica;

  • biomecânica;

  • metalúrgica;

  • siderúrgica;

  • petroquímica;

  • eletroeletrônica;

  • têxtil;

  • geração de energia.

O vasto campo de trabalho é devido ao conhecimento e às competências que o engenheiro mecânico tem para trabalhar com máquinas, ferramentas, sistemas, motores, equipamentos e processos variados. Dessa maneira, pode atuar com:

  • projetos de fábricas;

  • instalação, controle e manutenção de máquinas e equipamentos;

  • projeto, gerenciamento e desenvolvimento de equipamentos, motores, veículos e ferramentas;

  • monitoramento de processos térmicos e hidráulicos;

  • controle de qualidade;

  • pesquisa e desenvolvimento de protótipos e produtos;

  • linhas de montagem;

  • vendas e marketing na área de máquinas e equipamentos;

  • fiscalização de obras e serviços técnicos;

  • realização de vistorias e perícias.

Registro no CREA

É só pegar o diploma do curso de Engenharia Mecânica e já começar a atuar na área? Não, antes é preciso obter o registro no Conselho Regional de Engenharia de seu Estado, para poder trabalhar legalmente e aproveitar todas as oportunidades.

Salário

Você também deve estar curioso para saber se os ganhos nessa carreira valem a pena. Segundo o portal de recrutamento Catho, a média salarial para essa área é de R$ 6.826,02. Já de acordo com o site Vagas, a média de remuneração é de R$ 7.631,00.

É preciso destacar, ainda, que o salário pode ser maior para aqueles profissionais que constroem um plano de carreira sólido, ou seja, buscam o aprimoramento contínuo, com a realização de cursos, entre eles os de pós-graduação.

Qual o perfil do profissional que escolhe essa carreira?

Está interessado em fazer o curso de Engenharia Mecânica, mas não sabe se tem o perfil adequado para essa carreira? Em primeiro lugar, é importante que o estudante dessa área esteja confortável para trabalhar com números, raciocínio lógico e resolução de problemas.

É ainda uma graduação que exige muito estudo, dedicação e interesse pelo conhecimento científico. A dica é sempre tirar todas as dúvidas em sala de aula e formar grupos de estudo com os colegas. Dessa maneira, fica mais tranquilo assimilar tantas informações.

Quem gosta de colocar a mão na massa, ou seja, prefere as disciplinas mais práticas, também vai se dar bem com essa formação.

Para o engenheiro mecânico se destacar no mercado de trabalho, é recomendado aprender outros idiomas. Assim, ele conquista as melhores vagas em multinacionais e também consegue acompanhar livros e outras publicações da área em outras línguas. Essa habilidade pode ajudar também a manter contato com profissionais de outros países, uma forma interessante de fazer networking e trocar conhecimento e experiência.

Manter-se atualizado em relação às novidades do segmento e, principalmente, quanto às tecnologias também é fundamental para quem busca um diferencial competitivo. Esteja atento às tendências da área, acompanhando revistas, blogs, fóruns online e grupos de redes sociais desse ramo, participe de eventos, como palestras e feiras, e esteja sempre disposto a adquirir novos conhecimentos, realizando, por exemplo, cursos de pós-graduação.

Outras competências importantes para esse profissional brilhar na carreira são:

  • bom relacionamento interpessoal;

  • facilidade para trabalhar em equipe;

  • boa comunicação para saber expressar com clareza ideias e projetos;

  • organização;

  • capacidade de planejamento;

  • proatividade para antecipar cenários e buscar soluções diferenciadas para os problemas;

  • pensamento analítico;

  • criatividade;

  • flexibilidade para atuar em projetos diferentes, áreas variadas e com novas tecnologias.

Viu só como o curso de Engenharia Mecânica é a sua cara? Quem escolhe essa carreira encontra um mercado de trabalho bem amplo, principalmente na área industrial. Para você receber a melhor formação, a dica é escolher uma instituição de ensino superior com uma infraestrutura completa, corpo docente de qualidade e que ofereça todo o suporte de que o aluno precisa, incluindo o momento de conseguir um estágio.

Está confuso em relação a algumas áreas da Engenharia? Confira as principais diferenças entre os cursos de Engenharia Mecânica e Engenharia Mecatrônica!