Descubra se o curso de Engenharia de Produção é para você!

Para quem busca uma área de exatas bastante versátil, pode apostar no curso de Engenharia de Produção. É um campo que mescla, além do conhecimento e habilidades em Engenharia, técnicas de Administração, Gestão de Pessoas e Economia. Por conta disso, há alta demanda por esse profissional, cuja função é otimizar os processos produtivos sem elevar os custos da empresa.

Quer entender mais sobre essa carreira? Então, vem com a gente e descubra como é a graduação, o perfil do estudante de Engenharia, além das perspectivas do mercado de trabalho para área! Com essas informações, vai conseguir saber se o curso se encaixa naquilo que você procura para sua vida profissional. Boa leitura!

Graduação em Engenharia de Produção

O curso de Engenharia de Produção tem duração de 5 anos. Nos primeiros semestres, as disciplinas são mais gerais, voltadas para os conceitos de Matemática, Física, Cálculo e Economia. Depois, os temas se tornam mais específicos para preparar o profissional para o mercado. Assim, ele acompanha disciplinas teóricas e práticas, como:

  • Custos Industriais;

  • Pesquisa Operacional;

  • Séries Temporais e Métodos de Previsão;

  • Controle Estatístico de Processos;

  • Planejamento Estratégico da Produção;

  • Processos Industriais;

  • Gestão de Estoques;

  • Planejamento e Controle de Produção;

  • Processos Estocásticos e Teoria de Filas;

  • Sistemas de Informações Gerenciais;

  • Gerência da Cadeia de Suprimentos;

  • Análise de Projetos Industriais;

  • Simulação de Sistemas Produtivos;

  • Gerenciamento de Projetos;

  • Gestão da Qualidade;

  • Modelagem em Logística.

Para conseguir o diploma, além de ser aprovado nas disciplinas, é necessário fazer o estágio supervisionado de 300 horas e apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Oportunidades de atuação

O objetivo do curso de Engenharia de Produção é formar um profissional para atuar com a otimização de processos, realização de planejamentos e redução de custos, visando ao aumento da produtividade de empresas de diferentes portes e setores. É uma carreira de destaque na Engenharia, pois se volta para automatização da produção e também para a logística, um setor estratégico dos negócios.

O engenheiro de produção detém conhecimentos e técnicas de gestão financeira, de pessoas, equipamentos, materiais e projetos, por isso pode atuar em diferentes segmentos para que a empresa consiga melhorar seus resultados.

Ele tem as competências para fazer um planejamento sobre as necessidades da organização e, dessa maneira, exerce um papel importante ao subsidiar a tomada de decisões de gestores para implementação de mudanças em várias áreas — como nos processos, parte estrutural, cadeia de produção, escolha de fornecedores e matérias-primas, formas de armazenagem, entre outras.

Entre as diversas áreas em que ele pode fazer carreira, estão:

  • gestão de sistema produtivo;

  • gestão de empresa;

  • planejamento empresarial;

  • desenvolvimento de produtos e processos;

  • logística;

  • engenharia do trabalho.

Desse modo, ele pode trabalhar nos setores da indústria, comércio, serviços e também no agronegócio. A indústria é onde ele encontra mais espaço de atuação, mas há também uma boa demanda em instituições financeiras, segmento da saúde, transportadoras e empresas do ramo de telecomunicação.

Perspectivas do mercado de trabalho

Diante da alta competitividade entre as empresas e conjuntura econômica desfavorável, o engenheiro de produção torna-se peça-chave em muitas organizações. Isso porque ele vai atuar para racionalizar os processos, buscando meios de melhorar a produção (em todas as suas etapas) e focar a qualidade do produto a fim de reduzir os custos.

Por conta da versatilidade dessa formação, ele pode fazer a gestão de equipes e também gerenciar as atividades financeiras, logísticas e comerciais de qualquer organização.

Quer saber qual o salário de quem faz o curso de Engenharia de Produção? É uma carreira com boas perspectivas: segundo o site de recrutamento Catho, a remuneração do profissional que atua como supervisor de produção gira em torno de R$ 4.212,05. Já quem trabalha com gestão de projetos e otimização de processos e sistemas tem uma faixa salarial de R$ 6.228,85.

Os ganhos podem ser ainda maiores de acordo com a experiência do profissional e também com a realização de cursos de qualificação, como uma pós-graduação (MBA ou especialização).

Perfil do estudante de Engenharia

Agora que você já sabe como a carreira é promissora para quem tem o diploma do curso de Engenharia de Produção, vamos falar do perfil do estudante dessa área. Seja qual for a Engenharia, o aluno precisa gostar ou estar disposto a aprender a trabalhar com números e cálculos.

Além disso, deve ser organizado e dedicado para dar conta de toda a matriz curricular. A dica é sempre tirar as dúvidas com os professores, seja em sala de aula, seja em laboratórios. Ajuda bastante também participar de grupos de estudos com os colegas para que um possa ajudar o outro, o que faz o estudo render mais. 

Outro ponto importante é o aluno ser curioso, pois ele vai trabalhar com tecnologias. Por isso, deve se empenhar para se manter sempre atualizado e, assim, conseguir se destacar no mercado depois de formado.

É essencial também estudar uma segunda língua, como o inglês e espanhol: você encontra sites e aplicativos em que é possível aprender de graça um novo idioma. É possível treinar assistindo a séries e a filmes com legendas em inglês, por exemplo. Com isso, você melhora seu currículo e pode conquistar boas oportunidades em multinacionais ou fora do país.

Outras habilidades importantes para quem vai atuar na Engenharia de Produção são:

  • proatividade para antecipar cenários e identificar oportunidades;

  • ter um perfil multitarefa;

  • capacidade para trabalhar em equipe;

  • flexibilidade para atuar em diferentes projetos;

  • liderança para fazer a gestão de pessoas;

  • pensamento analítico;

  • visão sistêmica do negócio, para entender melhor a organização e propor soluções eficazes;

  • criatividade para apresentar soluções diferenciadas;

  • resiliência, para trabalhar bem em ambientes com muita pressão;

  • abertura para novos aprendizados, como cursos de pós-graduação, para ascender ainda mais na carreira.

Busca uma profissão com alta empregabilidade? Uma boa opção é o curso de Engenharia de Produção: você terá os conhecimentos e habilidades para trabalhar em diferentes setores e, assim, pode construir uma carreira de sucesso. Para isso, é essencial fazer a graduação em uma instituição de ensino de referência e que oferece uma boa infraestrutura e suporte ao aluno.

Quer conhecer um curso de qualidade nessa área? Descubra os detalhes da graduação em Engenharia de Produção da UCL e fique por dentro de seus diferenciais!