Como se preparar para uma entrevista de estágio?

Quando o aluno ingressa no ensino superior já sonha em entrar no mercado de trabalho e dar início à carreira. Contudo, a experiência profissional pode começar antes mesmo de sair da faculdade. A realização do estágio vai permitir que ele vivencie o dia a dia da profissão que escolheu, ou seja, que coloque em prática todo o conhecimento e as habilidades que aprendeu na graduação.

Para participar desses programas, no entanto, os candidatos precisam passar pela avaliação das empresas. Assim, enfrentam uma etapa que acaba sendo temida por muitos: a entrevista de estágio. Como se preparar para esse momento? Qual postura é preciso adotar? O que se deve ou não falar para o recrutador?

Se você também tem essas dúvidas, chegou ao lugar certo. Neste post vamos explicar direitinho o que é o estágio e por que os alunos devem realizar essa atividade, além de dar dicas para você se sair bem na entrevista. Continue a leitura e veja como se preparar para conquistar a vaga!

O que é um estágio?

O estágio é uma atividade, remunerada ou não, que prepara o estudante de curso superior ou técnico para o mercado de trabalho. Essa importante etapa na vida profissional é regulada pela Lei 11.788, de 25 de setembro de 2008, conhecida como Lei do Estágio. De acordo com a legislação, a atividade não deve ser vista como um trabalho e, dessa forma, inexiste qualquer vínculo empregatício entre empresa e estagiário.

O estágio não pode durar mais que 2 anos e deve ser formalizado por meio de um documento chamado de Termo de Compromisso de Estágio — que deve ser assinado pelo aluno, faculdade e empresa.

É importante entender que a atividade está inclusa no projeto pedagógico da graduação, podendo ser ou não obrigatória — há casos de cursos em que o aluno obtém o diploma sem a necessidade de passar por essa etapa. A dica é que todos os estudantes, independentemente de seu curso exigir ou não, realizem o estágio pelo menos por 6 meses para vivenciar essa experiência e ter contato com profissionais da área.

Os cursos de graduação a distância (EAD/Online) seguem as mesmas regras que os presenciais, portanto, se houver a obrigatoriedade do estágio, o aluno que escolheu essa modalidade de ensino também deve cumprir a etapa para se formar.

Muitos estudantes ficam inseguros quando chega o momento de passar pela entrevista de estágio e começar a atividade, mas saiba que as empresas estão acostumadas com os candidatos, e a legislação exige que ele tenha um funcionário acompanhando e supervisionando essa prática. A instituição de ensino também tem o dever de indicar um professor-orientador para acompanhar as atividades do estagiário.

Por que fazer um estágio?

O estágio é o momento ideal para o estudante entender como funciona a rotina de trabalho, como deve se portar como profissional, além, é claro, de conhecer mais a fundo a carreira que escolheu.

Alguns alunos torcem o nariz por conta da obrigatoriedade dessa atividade, mas saiba que ela é uma etapa fundamental na vida universitária. Por mais que a faculdade conte com bons laboratórios de pesquisa, programas de extensão e um corpo docente qualificado, o dia a dia da profissão e seus desafios só serão vivenciados em uma empresa. É uma oportunidade para pôr em prática tudo o que foi aprendido e também se descobrir dentro da profissão escolhida.

Confira a seguir todos os benefícios que você terá ao realizar um estágio.

Possibilidade de testar diferentes áreas dentro da graduação escolhida

O estágio é uma etapa para o estudante conhecer segmentos variados da graduação que escolheu. Por exemplo: quem faz Administração pode fazer estágio em recursos humanos, vendas, finanças, logística e até marketing. Com essa experiência e contato com outros profissionais, o estagiário entende melhor as atribuições de cada área e com qual delas se identifica mais.

Dessa forma, depois de formado, consegue fazer um plano de carreira mais focado em um determinado nicho: ele pode, por exemplo, buscar cursos mais específicos, o que vai aperfeiçoar suas habilidades e valorizar seu currículo. Assim, vai aumentar as oportunidades profissionais, já que as empresas buscam candidatos que estão mais direcionados para determinada área.

Networking com quem já está no mercado de trabalho

Você sabe o que é networking? É uma rede de contatos profissional valiosa para a troca de experiências, conhecimento e também para conseguir um emprego. Ao longo da carreira, é interessante cultivar um bom relacionamento com os colegas. Assim, além de aprender, você pode ser lembrado para uma oportunidade ou parcerias futuras.

Imagine, por exemplo, que seu supervisor de estágio resolva abrir uma empresa própria e lembre de você para montar seu time. Dessa maneira, é importante que você seja comprometido com o estágio, tenha um bom relacionamento interpessoal com a equipe e demonstre que está focado nos seus objetivos profissionais.

Ganho de experiência prática para o mercado de trabalho

Conseguir o primeiro emprego não é tarefa fácil, ainda mais para quem não tem nenhuma experiência. Desse modo, a realização do estágio vai somar pontos ao seu currículo, para que você ingresse no mercado de trabalho já ambientado à sua área de atuação.

Valorize essa etapa: aproveite os meses de estágio para aprender, tirar dúvidas e entender mais sobre a carreira que escolheu. Você vai conviver com outros colegas de profissão e terá a chance de conhecer os processos, o mercado, como se dá o relacionamento com o público, clientes etc. É uma experiência prática que vai fazer diferença na sua vida profissional.

Desenvolvimento pessoal

Quando a gente pensa em estágio, acaba destacando apenas os ganhos que a atividade traz para a carreira. Contudo, é preciso considerar que essa vivência também é importante para o desenvolvimento pessoal do aluno. Ele vai aprender as regras do ambiente corporativo, a importância de trabalhar em grupo, como ter um bom relacionamento com os colegas, entre outros aspectos.

O dia a dia do estágio também será útil para aprender a fazer a gestão de tempo, entender como se portar em reuniões e se comunicar para transmitir seu ponto de vista.

Obtenção de uma renda e benefícios ainda na faculdade

Muitos estágios obrigatórios são remunerados ou oferecem bolsas e benefícios, como vale-transporte e vale-alimentação, o que vai dar aquela forcinha no orçamento e ajudar a pagar as mensalidades da graduação.

É importante destacar que, no caso dos estágios opcionais, ou seja, não-obrigatórios, a legislação exige que a empresa faça o pagamento de uma remuneração e vale-transporte ao candidato.

Então, além de todo aprendizado e vivência prática, essa etapa pode ajudar a conseguir uma renda ainda na faculdade.

Chance de dar o seu melhor e ser efetivado

Você sabia que existe a possibilidade real de fazer o estágio e depois ser efetivado? Muitas empresas aproveitam seu estagiário, quando surge uma vaga de emprego, por já saberem como a pessoa trabalha. Para que isso ocorra, você precisa dar o seu melhor, ou seja, demonstrar proatividade, motivação e vontade de querer fazer carreira naquele ambiente.

Os gestores ficam de olho no desempenho dos candidatos. Por isso, esteja atento à sua postura e ao seu comportamento na organização. Trabalhe com dedicação, mostre-se aberto a novos desafios e aumente suas chances de sair da faculdade com a carteira de trabalho assinada.

O estágio pode significar o trampolim para você, ainda recém-formado, encontrar um emprego na área que estudou.

Quando começar a procurar por estágio?

Muita gente tem a ideia de que o momento certo para procurar estágio seja nos últimos anos da graduação. A dica é começar a pesquisar os programas logo no primeiro ano de curso e entender quais são os pré-requisitos.

Há vagas de estágio que são voltadas para quem está no primeiro semestre, então por que esperar? É claro que talvez você realize funções mais simples, mas saiba que, nessa fase, o estágio vai ajudar, inclusive, na sua evolução na graduação.

Sem contar que é uma maneira de participar de vários programas de estágio durante a faculdade. Isso vai permitir que você fique por dentro do funcionamento de empresas de setores diferentes e tenha experiência em segmentos variados do curso que escolheu.

O quanto antes você se inserir no mercado de trabalho, mais habilidades vai aprender e mais experiência terá para acrescentar em seu currículo, ou seja, tudo isso vai contar pontos no seu desenvolvimento de carreira.

É importante salientar ainda que, ao participar várias vezes da entrevista de estágio ou até mesmo de dinâmicas do processo seletivo, você vai ficar mais preparado para o momento em que estiver em busca de um emprego.

Além disso, deixar para se preocupar com essa atividade somente nos últimos semestres pode bagunçar sua rotina, afinal, é o período em que você precisa desenvolver seu trabalho de conclusão de curso (TCC).

Se, entretanto, você não conseguir encontrar um estágio logo nos primeiros anos da faculdade, não se desespere. O importante é estar atento às oportunidades e também participar de outras atividades, como projetos de extensão e eventos como simpósios, palestras e workshops que a instituição de ensino oferece.

Como encontrar uma vaga de estágio?

Há diversas formas de ficar sabendo das vagas, candidatar-se e conseguir uma entrevista de estágio. Confira abaixo.

Instituição de ensino

O primeiro passo é se informar na própria instituição de ensino: muitas mantêm convênios com empresas, o que facilita todo o processo. Aliás, na hora de escolher a faculdade ideal, avalie se há uma política de apoio ao estágio.

Conversar com professores e até colegas de outros períodos da graduação que já participam de algum programa também é uma boa estratégia para não perder os processos seletivos.

Internet

Você também pode, através da internet, ficar de olho em programas de estágio. Há empresas que disponibilizam informações sobre seus processos seletivos em seus sites e redes sociais. Fique de olho em organizações que tenham mais a ver com seu perfil e não perca as oportunidades.

Portais que reúnem vagas de emprego também têm uma seção voltada para estágios. Deixe seu currículo cadastrado e fique atento a qualquer notificação.

Outra dica é criar um perfil no LinkedIn, deixar seus dados atualizados e acompanhar os programas oferecidos pelas empresas. A rede social é importante para você ter contato também com outros profissionais da sua área.

Agentes de integração

Existem ainda algumas instituições chamadas de agentes de integração, que trabalham justamente para aproximar alunos e empresas, sem que haja custo algum para o estudante por esse serviço.

São organizações como o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola) e o Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios)em que é possível fazer um cadastro e ser chamado, caso surja uma vaga de seu interesse e de acordo com seu perfil.

Como se preparar para a entrevista de estágio?

Seu currículo foi selecionado, e a entrevista de estágio foi agendada. E agora? É normal ficar ansioso, afinal, o estágio é o primeiro degrau na vida profissional do estudante. Acompanhe abaixo algumas dicas de como se preparar bem para essa etapa e conseguir a tão sonhada vaga.

Preze pela honestidade

É essencial ser sincero nessa conversa. Não invente cursos ou habilidades que não tem ou experiências que não tenha vivido. O recrutador é experiente e consegue notar se o candidato está mentindo.

É comum ser questionado, por exemplo, sobre seus pontos fracos: nessa hora, seja honesto, fale sobre suas dificuldades e deixe claro que está correndo atrás para melhorar. Caso o seu nível de inglês seja intermediário e você esteja realizando um curso de idiomas, por exemplo, mencione isso em vez de falar que possui um nível avançado na língua.

Se você transmitir uma informação errada na entrevista e, mesmo assim, conseguir aprovação no estágio, saiba que pode ser desmascarado mais para frente. Imagine você dizer que tem determinada competência e isso ser cobrado no dia a dia de trabalho? Sua imagem profissional certamente ficará abalada.

Preste atenção à linguagem verbal

Um erro muito comum entre os candidatos a vagas de estágio e emprego são deslizes com o Português, seja na linguagem escrita ou falada. Então, fique atento para falar as palavras corretamente, fazer as conjugações verbais adequadas e não utilizar gírias.

Utilize um vocabulário variado, mas que deixe você confortável, ou seja, não tente colocar termos com os quais não tem muita familiaridade, para não se perder e não ficar confuso. Para não tropeçar com as palavras, tente falar com calma — assim, você consegue estruturar o pensamento e transmitir suas ideias com clareza.

Seja pontual

Você deve demonstrar comprometimento com o recrutador, por isso seja pontual. Se for preciso, pesquise bastante sobre o caminho que vai fazer no dia da entrevista, as opções de transporte, se é um horário com mais trânsito etc.

Uma pesquisa rápida na internet ou o uso de aplicativos pode ajudar nesse planejamento. Caso ocorra algum imprevisto no dia da entrevista de estágio, não hesite em ligar para a empresa com antecedência, avisando o que aconteceu e dizendo que, possivelmente, vai se atrasar.

Estude sobre a empresa

Pesquise em site e redes sociais da empresa sobre o que ela faz, como é sua participação no mercado, quais produtos ou serviços oferece, para qual público, seus valores etc. O contratante vai perceber que você está interessado em trabalhar naquela organização, o que pode contar pontos para conseguir a vaga de estágio.

Se você conhece quem trabalha, já trabalhou ou fez estágio na instituição, aproveite para perguntar detalhes do local. São informações que podem ajudá-lo a responder a perguntas clássicas como: “Por que escolheu a nossa empresa?” ou “Por que gostaria de trabalhar aqui?”.

Fale com propriedade sobre suas conquistas e metas

Sabemos que, geralmente, o estudante universitário não tem nenhuma experiência profissional, quando vai procurar o estágio. A empresa contratante sabe disso, mas vai querer conhecer as conquistas que ele já obteve na faculdade, por exemplo.

Então, fique tranquilo e fale sobre os projetos realizados, qual foi sua participação, os aprendizados, entre outros pontos. Muitos alunos têm a rotina de trabalhar e estudar ao mesmo tempo, o que mostra um esforço que pode ser valorizado pelo recrutador.

A empresa vai querer saber também sobre suas metas, como você espera que esteja profissionalmente daqui a 5 ou 10 anos. Reflita sobre seus objetivos e fale sobre os cargos que pretende ocupar ou cursos que quer fazer assim que acabar a faculdade, como uma pós-graduação.

Enfatize também a importância do estágio nessa trajetória. O essencial é você demonstrar que está comprometido com o crescimento da sua carreira.

Controle as emoções

Você já ouviu falar de inteligência emocional? Ela pode ser uma grande aliada na entrevista de emprego, tendo em vista que é importante que você tenha calma e transmita confiança ao contratante. Por isso, tente separar a razão da emoção, principalmente em momentos mais tensos, que deixem você em dúvida sobre como dar a melhor resposta. A dica é respirar fundo, responder cada questão com calma e sempre dizer a verdade.

Utilize as redes sociais a seu favor

Muitas pessoas podem não concordar, mas alguns setores de RH têm o costume de vasculhar as redes sociais do candidato a uma vaga de estágio ou emprego. Então, a dica é você prestar atenção às postagens — principalmente em relação a linguagem e fotos — que podem transmitir uma imagem que esteja em desacordo com o que a empresa espera de você.

Se for preciso, apague algumas imagens ou itens que você compartilhou que podem prejudicar seu ingresso no mercado de trabalho.

Escolha uma roupa adequada

A roupa utilizada no dia da entrevista de emprego pode acrescentar ou tirar pontos do candidato. Escolha um traje mais sério, ou seja, evite calças jeans com rasgos, chinelos, roupas curtas, regatas ou decotes. Procure conhecer a vestimenta dos funcionários para saber se é necessário, por exemplo, utilizar um terno.

Há exceções para vagas em empresas mais despojadas — como as da área de comunicação e de design. Nesse caso, é até aconselhável não usar um traje formal, para não passar a ideia de que você desconhece a cultura da organização.

Fique atento à sua postura

Atenção também à sua postura: demonstre confiança, ou seja, evite ficar com os ombros caídos ou olhar falando para baixo. Procure não exagerar nos gestos e tente agir de maneira natural.

Simule a entrevista de estágio em casa

Que tal você se preparar para a entrevista na sua casa? Isso mesmo! Pode até parecer uma brincadeira, mas vai ajudar você a ter mais confiança no momento de conversar com o recrutador.

Para isso, reflita sobre seus pontos fortes e fracos, conquistas, metas, por que quer fazer estágio naquela empresa e treine essas respostas. Com essas informações, você conseguirá montar um roteiro, para não deixar passar nenhum dado relevante, e pode simular que está na entrevista, elaborando as respostas para os assuntos que costumam ser mais mencionados nessa etapa.

Você pode, inclusive, pedir para alguém gravar um vídeo dessa simulação. Assim, você assiste e descobre em quais pontos precisa melhorar ou mostrar mais segurança.

Como a UCL pode ajudar nessa etapa da graduação?

Quem escolhe a UCL para fazer o ensino superior já sai na frente, quando o assunto é estágio. A instituição é referência nesse tipo de apoio, pois conta com uma política de incentivo ao estágio — acompanha de perto as atividades de seus estudantes nas organizações e também tem um trabalho direcionado para a divulgação das oportunidades.

Com isso, além de contar com um corpo docente de qualidade, boa infraestrutura e laboratórios modernos, o aluno também tem mais facilidade para acompanhar as vagas de estágio na sua área.

É importante destacar, ainda, que a UCL foi reconhecida pelas ações de apoio a essa atividade tão importante para o futuro profissional de seus alunos. Em 2015, foi premiada por incentivar boas práticas de estágio na etapa estadual do Prêmio IEL de Estágio, promovido pelo Instituto Euvaldo Lodi.

Está entusiasmado para ganhar experiência profissional ainda na faculdade? Então coloque em prática nossas dicas para se preparar bem para a entrevista de estágio, conquiste a vaga que você tanto almeja e comece a sua carreira com o pé direito!

Quer fazer o curso superior em uma instituição que facilita a sua inserção no estágio? Entre em contato com a UCL e fique por dentro dos cursos que a instituição oferece, inclusive na modalidade EAD/Online!