6 dicas de memorização para estudar melhor

Quem está se preparando para o vestibular e ENEM sofre com a quantidade enorme de matérias que são cobradas. É preciso lembrar equações matemáticas, fórmulas químicas, sequência de eventos históricos, entre outras coisas.

É muito difícil trabalhar a memorização de tantas disciplinas sem se confundir. Por isso, é preciso desenvolver um método eficaz para aprender e fixar o que foi estudado.

Se você quer conhecer algumas dicas de memorização que vão ajudar a se preparar para as provas, continue lendo o nosso post de hoje!

1. Repita para si mesmo

A melhor forma para trabalhar a memória de longo prazo é a repetição constante daquilo que foi estudado, como se estivesse dando aulas para si mesmo. Dessa forma, você vai revisar as matérias e reforçar a memória.

Por exemplo: se você precisa memorizar uma fórmula matemática, tente repeti-la para si mesmo a cada 3 ou 4 horas ao longo de alguns dias. Faça esforço para se lembrar sem consultar qualquer material, pois é assim que seu cérebro vai fixar essa fórmula para nunca mais esquecer.

2. Faça resumos do que foi lido

Você provavelmente já passou por uma situação em que leu uma matéria inteira sem prestar atenção e, ao chegar no final do texto, percebeu que não entendeu nada.

Para evitar essa perda de tempo, tente recapitular tudo que foi lido assim que fechar os livros. Os resumos são excelentes para verificar se você está realmente assimilando tudo que está sendo estudado. É uma forma de pressionar seu cérebro a guardar informações para reproduzi-las posteriormente.

É importante escrever os resumos apenas depois de ter lido a matéria. Ficar interrompendo a leitura para fazer anotações prejudica sua concentração.

3. Utilize métodos mnemônicos

Todo estudante já se deparou com um professor que ensinava músicas, rimas ou palavras inexistentes para memorizar alguma matéria específica. Esses são os famosos métodos mnemônicos, muito úteis na hora da prova!

Por exemplo, para guardar a ordem das classificações dos seres vivos na biologia, você já deve ter ouvido a famosa palavra “ReFiCOFaGE”, que significa: Reino, Filo, Classe, Ordem, Família, Gênero e Espécie.

Você mesmo pode criar esses métodos para outras disciplinas. É uma forma criativa de aprender e memorizar matérias complexas.

4. Crie mapas mentais

Mapas mentais são formas de organizar informações relacionadas entre si, de modo que fique muito mais fácil memorizá-las e entender sua lógica. É um método excelente para disciplinas de humanas e biológicas.

Para criar mapas mentais, você pode usar uma folha em branco, post-its ou até mesmo aplicativos de celular para anotar as informações mais relevantes e utilizar cores diferentes e fortes para fazer a ligação entre elas.

Todos os dias, observe essas anotações e tente memorizá-las na ordem em que foram interligadas. Tente se lembrar das cores que relacionam cada uma das informações e use isso ao seu favor.

5. Grave suas aulas

Seja no cursinho ou na escola, uma das melhores dicas de memorização é usar um gravador para registrar suas aulas e poder escutá-las posteriormente.

Sempre que estiver com tempo livre aproveite para ouvir essas aulas gravadas. Esse método permite que você memorize e revise as informações mais importantes passadas pelos professores, complementando seus estudos.

6. Varie seus métodos de estudo

Se você estuda apenas por livros e aulas, é bem provável que acabe ficando cansado e, consequentemente, seu cérebro deixará de absorver algumas informações.

A alternância nos métodos de estudo é essencial tanto para obter melhores rendimentos quanto para ajudar na memorização: assista às aulas, escute suas gravações, faça exercícios, leia resumos, entre outros.

Fazer simulados, por exemplo, é uma das melhores formas de fixar a matéria, além de verificar se você está tendo bons resultados na prática.

Seja qual for o método que você utilize, é importante lembrar que as dicas de memorização devem se adaptar ao seu perfil. Não adianta querer apenas decorar as matérias, sem sequer entendê-las. O objetivo aqui é permitir que você lembre o que for estudado de forma lógica e compreensível.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este post nas suas redes sociais para que seus amigos também possam aproveitá-las!